16/08/18 - 09:14:05

Veto de Temer ao piso frustra agentes de saúde, diz Valadares

E desmoraliza” líder” do governo que vinha se colocando como “pai” da categoria

Mais de quatro mil agentes de saúde do estado de Sergipe tiveram suas expectativas frustradas com a divulgação, nesta quarta-feira (15), do veto do presidente Michel Temer ao aumento do piso salarial da categoria, hoje estipulado em R$1.014.

Ao sancionar a lei que altera a norma que trata do exercício profissional dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, Temer vetou o aumento aprovado pelo Congresso Nacional em julho passado.

Com isso, o presidente desmoralizou o “líder” do governo no Congresso, André Moura que vinha desde julho, se colocando como pai dos agentes de saúde para assegurar a aprovação tanto do piso quanto do reajuste. O tiro saiu pela culatra. E ele não deu certo nem como padrasto da categoria.

De acordo com a Medida Provisória (MP) 827/2018 o piso salarial dos agentes seria de R$ 1.250,00 em 2019, subindo para R$ 1.400,00 em 2020 e depois para R$ 1.550 00 em 2021. O valor seria reajustado anualmente, a partir de janeiro de 2020 sendo fixado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Todos esses trechos foram retirados da lei.

Ao tomar conhecimento do veto imposto, o senador Antônio Carlos Valadares, criticou duramente a posição do presidente, afirmando que Temer descumpriu acordo firmado com os integrantes do Congresso Nacional. De acordo com o senador sergipano, ao vetar aspectos da lei, Temer anula conquistas dos agentes de saúde. “Ao vetar o reajuste o presidente comete um ato injusto e desumano contra profissionais que se dedicam a cuidar da saúde do povo deste país”.

Da assessoria