20/08/18 - 06:44:07

Curso Teoria dos Jogos no Processo Penal é realizado em Aracaju

Foi realizado nesse fim de semana em Aracaju o curso Teoria dos Jogos no Processo Penal. O evento foi ministrado pelo juiz de Direito Alexandre Moraes da Rosa (TJ/SC), um dos maiores nomes do Direito Penal do Brasil. As aulas ocorreram no auditório da CAASE (antiga sede da OAB/SE), no bairro São José.

O curso, organizado pela Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas de Sergipe – ABRACRIM-SE em parceria com a Escola Superior de Advocacia da OAB/SE, é bastante concorrido nacionalmente e foi realizado em Aracaju pela primeira vez.

Além da palestra, os integrantes do curso participaram de diversas atividades e debates sobre como aplicar o método na prática. “Esse é o desafio da ‘Teoria dos Jogos’: modular a expectativa de comportamento de todos os players (juízes, promotores, delegados, advogados…) num contexto único e não renovável que é o processo. E dar ferramentas formais para que o advogado possa ter melhores condições de entender, compreender e atuar de maneira assertiva na sua estratégia processual”, explicou o magistrado Alexandre Moraes da Rosa que é autor de diversos livros sobre o tema.

De acordo com ele, o advogado deve buscar entender todas as probabilidades e variáveis ao longo do processo, inclusive o comportamento dos agentes envolvidos. “Quando você joga uma partida de futebol, você não ganha uma partida apenas por que é bom, mas também pelos erros dos adversários. No processo é a mesma coisa. Você tem que tentar entender as possibilidades de tendências de comportamento, do que pode fazer, do que não pode, como outro pensa… É sempre um ganho informacional muito grande e de como você deve agir”, completou.

Entre os participantes do curso estavam estudantes de direito, servidores públicos e advogados.  O advogado criminalista Aurélio Belém também esteve presente. “Oportunidades como essa são muito importantes para a advocacia, especialmente para a advocacia criminal. Compreender e dominar a Teoria dos Jogos pode ajudar o profissional à compreender objetivamente o jogo processual, estudando cada passo, cada lance, buscando estudar e neutralizar jogadas dos participantes através da previsão do comportamento dos jogadores (promotor, juiz…). Trata-se de uma forma estratégica de planejamento da atuação técnica, minorando riscos, em busca do sucesso no alcance do melhor resultado para o cliente”, comentou Aurélio.

Para a presidente da ABRACRIM-SE, Vitória Alves, o evento vai ajudar muito os advogados criminalistas por que mostrou como o método pode ser utilizado na prática. “O curso traz a realidade, traz o dia a dia que é completamente diferente dos livros. O advogado passa a ter uma outra ótica, uma outra estratégia na hora de conduzir seus processos”, afirmou a advogada que defendeu a importância da atualização dos profissionais da área. “O Direito é extremamente dinâmico. O advogado que se atualiza, que se capacita, consegue atender a demanda do mercado e obter resultado na prestação do serviço”, concluiu.

Foto assessoria

Por Leandro da Graça