21/08/18 - 21:20:31

Como fazer (e acertar) cortes argentinos e uruguaios no seu churrasco. Pegamos cinco dicas com um especialista para dar uma variada no churrasco

Bife ancho, tapa de cuadril, bife de chorizo. Você já ouviu falar nesses nomes, certo? São cortes de carne famosos na Argentina e no Urugai, usados nos asados de lá assim como usamos a picanha e a maminha nos churrascos por aqui.

Bom, se você assim como nós já pensou em fazer um churrasco diferente em casa (não um de frutos do mar ou com queijo, um de carne vermelha mesmo), usar um corte dos hermanos pode ser uma boa. Para ajudar, pedimos umas dicas a quem entende do negócio.

Segundo Relio Amaro, gerente de atendimento do Corrientes 348, são cinco dicas básicas para acertar na hora de fazer cortes argentinos e uruguaios:

Fogo adequado: “Para grelhar uma carne é preciso brasa, mas não se pode colocar muita para não esturricar. E nem pouca para não ter o risco da carne ficar crua por dentro.”

Virar: “No estilo porteño de grelhar carne vira-se apenas uma vez, e assim que estiver pronta é só consumir.”

Ponto ideal para consumo: “O melhor ponto para se comer uma carne porteña é ao ponto.”

Espessura mínima: “A carne porteña grelhada deve ter um corte alto, com espessura aproximada de 1 dedo e meio.”

Qualidade da carne:  “A qualidade da carne é importantíssima, é preciso usar um produto bom. No nosso caso, usamos o melhor produto do mercado, a carne Swift Black da JBS.”

Fonte/Foto: globo.com