21/08/18 - 08:29:53

“Não vou vender minha alma para ser um senador”, afirma Henri Clay

O presidente licenciado da OAB/SE, Henri Clay Andrade (PPL), candidato ao senado na coligação liderada pelo deputado federal Valadares Filho (PSB) candidato ao governo e do senador e candidato à reeleição Antonio Carlos Valadares (PSB), embora tenha afirmado que “já está tudo resolvido” se referindo a uma nota emitida pelo PDT que reafirma apoio à chapa, deixou claro que está em “alerta”.

A declaração de Hanri Clay foi feita após uma mal estar criado no último domingo (19) quando o presidente do PDT e pré-candidato a deputado federal Fábio Henrique, que em áudio, declarou apoio à candidatura de André Moura (PSC) ao senado.

Na manhã da segunda-feira (20) o senador Valadares emitiu uma nota afirmando que não aceita e que “essa decisão individual de Fábio Henrique em apoiar André Moura se contrapõe à aliança firmada entre os nossos partidos”, disse o senador ao lembrar que Silvia Fontes (PDT), mulher de Fábio, é a vice na chapa do (PSB).

Na manhã desta terça-feira (21), Henri Clay deixou claro que está atento e embora tenha afirmado que está tudo resolvido, deixou um recado: “eu aceitei ser candidato como uma missão. Eu não sou neófito em política e estou atento. Mas deixo claro que está tudo resolvido, inclusive o PDT emitiu uma nota explicando tudo. Eu sou um homem de boa fé e creio que todos são. Fábio é um amigo”, afirmou em entrevista ao jornal da Fan.

Sobre a sua candidatura ao senado, Henri Clay afirmou que não entrou para a política para fazer “politicagem”. “Não vou vender minha alma para ser senador. Eu não entrei na política para fazer politicagem. Quero deixar claro que entrei para fazer a diferença. Eu não sou neófito”, explicou.

Henri Clay comentou também sobre a situação do judiciário, afirmando que “o poder judiciário não pode estar se expondo dessa maneira. Ministros não podem estar se expondo. É preciso rediscutir o judiciário”, disse.