26/08/18 - 08:51:40

Fórum discute atendimento às pessoas em situação de rua em Aracaju

Uma das prioridades da gestão da Prefeitura Municipal de Aracaju é a criação de um Plano de atendimento integral à população em situação de rua. Para isso, as secretarias municipais da Saúde (SMS) e da Assistência Social retomaram o Fórum Intersetorial de Atenção à População em Situação de Rua, composto por trabalhadores de diversos setores da rede que atende a essa parcela da população. O encontro ocorreu na tarde desta sexta-feira, 24, no auditório da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

De acordo com Wagner Mendonça, responsável técnico pela Saúde Mental na Rede de Atenção Primária (Reap) da SMS, a ideia do Fórum tem como meta construir diálogos em torno da pessoa em situação de rua e produzir documentos que regulamentem ações mais efetivas.

“Precisamos aproximar os serviços que têm alguma ação com esta população e definir quais são os próximos passos. Na verdade esse é um momento de planejamento, pois já iniciamos a elaboração do plano de atendimento, mas precisamos fortalecer as ações intersetoriais, por isso vários trabalhadores estão aqui”, frisou Wagner.

A gerente de Média Complexidade da Proteção Social Especial da Assistência, Luciane Rocha, reforçou que o Fórum é um movimento de políticas intersetoriais, e que foi criado a partir do momento que a gestão tomou como meta prioritária a criação de um plano municipal de atendimento integral.

“Essas discussões foram se intensificando, e sentimos a necessidade de conversar com representantes de mais setores e de retomar o Fórum. Aqui temos um espaço mais aberto que em grupos isolados de trabalho, e conseguimos inserir trabalhadores de outras áreas para a troca de ideias e experiências”, destacou.

Representantes de vários setores da Rede de Atenção Psicossocial (Reaps) e da Reap estiveram presentes, bem como trabalhadores das Secretarias de Assistência Social e da Educação (Semed), da Guarda Municipal, da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), e do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Fonte e foto assessoria