29/08/18 - 08:24:43

A cor do desemprego

A campanha eleitoral em curso tingiu o desemprego com as cores dos candidatos e o expôs nas ruas e praças. Em Sergipe, essa chaga que assombra milhares de famílias, foi pintada de verde, vermelho, azul, laranja, lilás, amarelo e branco, as cores das bandeiras dos candidatos a deputado, senador e governador. Quase sem exceção, todos os seguradores de bandeiras postados nas esquinas das ruas e avenidas são desempregados fazendo um “bico” temporário por alguns trocados. Um número infinitamente maior de desafortunados não conseguiu vagas nesse horrendo trem eleitoral e, portanto, não pode ser calculado pela cor do “bramante” que agita ao vento. Todos, contudo, sairão de suas casas no dia 7 de outubro para eleger o futuro governador de Sergipe, dois senadores, oito deputados federais e 24 deputados estaduais que andam por aí prometendo casas, hospitais, escolas de primeiro mundo e, principalmente, emprego bom para quem quiser. É uma pena que a jura feita agora na campanha eleitoral não passe de uma promessa fugaz e incolor.

Conta gotas

O governo de Sergipe vai atrasar em quase duas semanas o pagamento de parte da folha de pessoal. Quem tem salário superior a R$ 3 mil só verá a cor do salário deste mês no distante dia 12 de setembro. O servidor que ganha uma merreca já colocará a grana no bolso sexta-feira próxima. Também recebem neste dia os servidores da Educação lotados em escolas, da Segrase, Agrese, Ipesaúde e Sergipeprevidência. Que crise!

Pra ser político

Faça discurso bonito,
Diga que ama sem amar,
Coma qualquer porcaria,
Dê com a mão sem precisar,
E sem ter graça ria…
Somente para enganar.

A definição acima está no bem acabado cordel ‘O ladrão e o político’, do poeta José Augusto, de Mossoró (RN).

Coice no quórum

Ficou sabe-se lá pra quando a votação do projeto propondo o fim gradativo das carroças de burro em Aracaju. Os vereadores até que discutiram a matéria, porém na hora do vamos ver, a maioria deu no pé. Dos 20 parlamentares em plenário, nove escafederam-se para não dar quórum. Revoltada com a manobra regimental, Kity Lima (Rede), autora do projeto, chamou os fujões de covardes. Misericórdia!

Todos com Lula

Diante da grande popularidade de Lula da Silva (PT), os políticos têm evitado criticá-lo em público. Até os adversários mais ferrenhos defendem que o “Barba” concorra à Presidência da República. Entre eles está o líder deste governo temerário no Congresso, deputado federal André Moura (PSC). Segundo o postulante a uma cadeira de senador, “Lula deve ser candidato sim. Deixe o povo brasileiro julgar”. Então, tá!

Primeiros degolados

E a Justiça Eleitoral sergipana começou a cortar cabeças de candidatos. Só na sessão de ontem, o TRE degolou seis registros por falta de filiação partidária, ausência de certidão criminal, de comprovante de escolaridade, e desincompatibilização intempestiva. Entre os punidos estão o ex-deputado estadual Nelson Araújo, o suplente de senador Edvaldo Santos e o professor Adalberto Mendes Neves. Virgem Santa!

Político de palavra

A deputada estadual Goretti Reis (PSB) fez uma homenagem na Assembleia ao pai Artur Reis, que ontem completou 90 anos de idade. O genitor da parlamentar foi prefeito de Lagarto e deputado estadual por quatro mandatos seguidos.  Goretti ressaltou que “meu pai sempre foi um homem íntegro, honesto e para quem a palavra dada é palavra firmada: sim é sim e não é não”. Como está difícil encontrar políticos como Seo Artur do Gavião.

Grana temporária

Os seguradores de bandeiras dos candidatos foram contratados por um salário mínimo mensal, lanche e transporte de casa ao local de trabalho. Enquanto agitava a bandeira azul do candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB), um rapaz comemorava o emprego temporário: “Essa boquinha chegou em boa hora. Eu estava há um ano sem ganhar um tostão sequer”. Crendeuspai!

Agonizando

O Rio Poxim, responsável pelo abastecimento de parte de Aracaju, enfrenta problemas sérios. É preciso que o governo estadual garanta políticas públicas de recuperação daquele importante corpo d’água. O Poxim está totalmente poluído. Na nascente o desmatamento é grande e nas margens há lixo por todos os lados. Uma lástima!

Nosso dinheirinho

E os candidatos a governador já estão recebendo a grana do fundo eleitoral. O PSD enviou R$ 2 milhões para Belivaldo Chagas. Eduardo Amorim (PSDB) recebeu R$ 1 milhão, Milton Andrade (PMN) ganhou R$ 50 mil e Mendonça Prado (DEM) R$ 40 mil. Márcio Souza (PSOL) e Emerson Ferreira (Rede) receberam, respectivamente, R$ 14 mil e R$ 10 mil. Valadares Filho (PSB), João Tarantela (PSL) e Gilvani Santos (PSTU) não informaram ao TRE quanto já receberam do fundo, que vem a ser nosso sagrado dinheirinho.

Peregrinação

Sem acreditar muito na promessa do amigo presidente Michel Temer-Treme (MDB), o empresário Albano Franco (PSDB) bateu em outra porta para tentar impedir o fechamento da Fafen de Laranjeiras. Recebido pelo ministro das Minas e Energia, Moreira Franco, vulgo “Gato Angorá”, Albano ouviu que a fábrica de amônia e ureia será privatizada pela Petrobras. O problema é achar comprador. Marrapaz!

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano O Rabudo, em 4 de abril de 1875.

Resumo dos Jornais