29/08/18 - 13:53:27

Diretores da Agrese participam de apresentação final dos estudos no MT

Nesta quarta-feira (29), na sede do Ministério dos Transportes, em Brasília os diretores da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) e representantes do consórcio público, formado pelas empresas Sanpac Tecnologia Ambiental – P4 Concessões e Consultoria e a Kappex Assessoria e Participações, participaram de uma reunião do 3º Ponto de Controle que trata da concessão da rodovia BR-235, no trecho delegado ao Estado de Sergipe, desde a saída de Aracaju até o povoado Terra Dura, no município de Itabaiana, com aproximadamente 54 km de extensão.

A reunião teve como objeto a apresentação oral e final dos estudos que demonstraram a viabilidade técnica e econômico-financeira para subsidiar a concessão pública da BR-235.

“A apresentação foi oral e até o dia 13 de setembro o consórcio entregará os estudos impresso e digital para aprovação final. O representante do Ministério dos Transportes fez um elogio, no qual o Estado de Sergipe servirá de referência para outras concessões públicas por conta da qualidade dos estudos que foram apresentados pelo consórcio. O próximo passo será com o Ministério dos Transportes que providenciará a licitação,” informou o diretor presidente da Agrese, Hamilton Santana.

Todos os elementos físicos da rodovia, como drenagem, sinalização, pavimentação, possíveis passivos ambientais do trecho foram analisados.

Mas um dos diferenciais desses estudos foi a aplicação de técnicas modernas, a exemplo de um equipamento Pavement Scanner, que utiliza linhas de projeção de laser vançadas, permitindo a identificação, avaliação integrada e contínua de todo o perfil do pavimento. O equipamento operou à velocidade de tráfego normal, proporcionando uma produtividade que permitiu a detecção automática dos defeitos no pavimento, com câmeras de alta velocidade e óptica avançadas para definição do perfil “3D” da rodovia.

De acordo com o diretor-presidente da Agência Reguladora, Luiz Hamilton Santana de Oliveira, os estudos foram considerados a demanda (atual e futura) de veículos que circulam por essa rodovia, as obras requeridas e seus custos, quais equipamentos serão necessários para operar, a melhoria da fluidez para otimizar o tráfego e os impactos ao meio ambiente, no trecho previsto para a duplicação. “Vale ressaltar que essa duplicação não trará nenhum ônus financeiro para o Estado de

Sergipe, uma vez que será efetivado mediante concessão pública. Será uma rodovia duplicada dotada de equipamentos de segurança, telefone de emergência, postos de atendimento aos usuários e dentre outros serviços”, finalizou o diretor-presidente da Agência Reguladora, Luiz Hamilton Santana de Oliveira.

Participaram da apresentação além do citado na matéria o diretor técnico da Agrese, Jean Carlos Nascimento, representantes do consórcio autorizado para os estudos e representantes do Ministério dos Transportes.

Sobre o consórcio

O Consórcio é composto pelas empresas, Sanpac, P4 Concessões e Kappex Assessoria, receberam Termo de Autorização para início dos estudos a que se refere o Edital de Chamamento nº: 03/2018, destinado a elaboração de estudos de viabilidade para concessão da rodovia BR-235.

Fonte e foto assessoria