30/08/18 - 14:30:34

PREFEITO EDVALDO NOGUEIRA É DESTAQUE NA REVISTA EXAME

O prefeito Edvaldo Nogueira foi destaque na edição mais recente da revista Exame, publicação da editora Abril, de circulação nacional, especializada em economia, negócios e gestão. Na reportagem “Políticos na escola”, o prefeito de Aracaju é apresentado como parte de um grupo de políticos “disposto a estudar e se preparar para ajudar a tornar o Estado mais eficiente”. A matéria faz menção à participação de prefeitos brasileiros no curso de gestão pública na Universidade Colúmbia, em Nova York, que ocorreu no último mês de julho.

A revista faz um relato da importância do curso do qual Edvaldo e outros nove gestores municipais participaram. De acordo com a publicação, “em meio a uma eleição de candidatos mal preparados, um grupo de prefeitos foi à Universidade Colúmbia, em Nova York, estudar gestão pública”. E pontua ainda que “se o curso em Nova York fosse uma política pública, seria possível dizer que a iniciativa já trouxe resultados para o cidadão — e a um custo-benefício invejável em meio à gastança típica da máquina pública”.

Como já havia sido informado pelo prefeito de Aracaju, “a semana de aulas custou 5.500 dólares por estudante”, arcados pela entidade Comunitas com recursos de doadores privados. “Para alguns deles, o investimento serviu para ver novas formas de tocar a máquina pública. Ou, no jargão da iniciativa privada, “pensar fora da caixa””, reforça a Exame.

O texto da matéria assinada pelo jornalista Leo Branco, faz um relato de como se deu o curso. “Em cinco dias de aulas, a turma trocou experiências com altos funcionários públicos de metrópoles americanas sobre como resolver desafios urbanos como criminalidade e mau uso de espaços públicos. Focado em estudos de caso, o curso lembrou um treinamento de executivos do setor privado”, comenta.

“Numa aula, os alunos viram como a prefeitura de Memphis, uma das cidades mais violentas dos Estados Unidos, está reduzindo a criminalidade ao ensinar a jovens negros de famílias carentes os fundamentos da música soul criada lá nos anos 60. Ainda no quesito segurança, uma demanda dos prefeitos brasileiros diante do tamanho do problema em suas cidades, o grupo visitou o Compstat, banco de dados da polícia de Nova York cujo mapeamento das áreas barras-pesadas foi essencial para direcionar esforços policiais — e reduzir o crime a taxas mínimas históricas”, prossegue a reportagem.

O texto também destaca que “os prefeitos saíram pelo campus da universidade, bloquinho e caneta à mão, para anotar a movimentação de pedestres”. “O motivo? Analisar obstáculos aos transeuntes, como a aglomeração na portaria e a falta de sombra no pátio central da universidade — um suplício no calorão do verão nova-iorquino — para, depois, ver como algumas cidades facilitam a vida de quem anda a pé. Os alunos conheceram a lógica por trás da Central Park Conservancy, ONG que administra o parque mais famoso do mundo”, continua a revista.

A Exame ainda explica que o curso em Nova York se inspirou em um treinamento semelhante oferecido pela Universidade Harvard, em Boston. “O programa em Harvard tem imersões de prefeitos durante três dias de aulas e é repetido ao longo de um ano. Aberto em 2017, o curso já recebeu 40 prefeitos, boa parte deles de grandes cidades americanas como Filadélfia, Baltimore e Phoenix”.

Ou seja, ao passar por estas aulas, Edvaldo se inseriu num grupo seleto dos gestores públicos com melhor preparação para administrar uma cidade. “É uma felicidade ver que as iniciativas que tomo como político e gestor de Aracaju têm uma avaliação positiva. Meu trabalho enquanto prefeito é focado em estar muito bem preparado para oferecer o meu melhor ao cidadão aracajuano”, afirma o prefeito.

O curso na Universidade de Columbia é uma iniciativa inédita que ofereceu aos prefeitos brasileiros e a diversas lideranças públicas, privadas e especialistas da gestão pública, ferramentas necessárias para solução de problemas e aprimoramento de resultados. Com foco em liderança, inovação e governança, o treinamento abordou temas como parcerias inovadoras, ética pública, desenvolvimento da força de trabalho, cidades inteligentes, democracia digital e sustentabilidade.

“Foi bastante importante este curso, pois, pela primeira na história, Aracaju foi escolhida para participar de um momento de discussão sobre as cidades num ambiente tão relevante quanto a Universidade de Colúmbia. De modo que retornei ao comando da administração municipal, com muitas ideias, com reafirmação das convicções do nosso planejamento para a cidade e com ainda mais disposição para trabalhar pelo desenvolvimento e progresso de Aracaju”, afirmou Edvaldo.

Por Valter Lima