31/08/18 - 14:01:48

SEMINÁRIO SOBRE O eSOCIAL REÚNE MAIS DE 300 SERVIDORES

O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) recebeu em seu auditório mais de 300 servidores de órgãos públicos estaduais e municipais para o Seminário eSocial. O evento dessa sexta-feira, 31, é fruto da parceria do TCE com o Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e a Receita Federal.

Conforme o presidente do CRC e servidor do TCE, Vanderson Melo, o objetivo do seminário foi capacitar o seu público-alvo para o uso da ferramenta que se torna obrigatória em janeiro de 2019. O eSocial unifica as informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas dos empreendedores em um banco de dados administrado pelo Governo Federal, integrando dados do Ministério do Trabalho, da Caixa Econômica, da Secretaria de Previdência e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), além da própria Receita.

A primeira palestra do foi introdutória, estabelecendo com os presentes um contato inicial com a ferramenta. O auditor da Receita Federal, Nilson Lima, apresentou “Aspectos Gerais do eSocial” e defendeu que o bom uso do eSocial contribui para a diminuição da burocracia.

“O que nós temos aqui é um amplo esforço que vai culminar com desburocratização, facilitar a administração pública. Obviamente, isso pressupõe mudança de cultura da organização administrativa, mas os frutos são muito promissores”, concluiu Lima.

Na segunda palestra, Fernando Marcelino falou sobre o “eSocial, Inovações Tecnológicas e Controle Externo”. Representando o TCE, o analista de controle externo II colocou que o Tribunal cumpre seu papel de orientador, pois os gestores podem ser punidos se não trabalharem a ferramenta de forma correta. Em seguida, o vice-presidente de controle interno do CRC de Minas Gerais, Milton Mendes Botelho, apresentou o “eSocial da Administração Pública”.

“Abordamos aqui o impacto que vai causar nas rotinas da área de Recursos Humanos. O município, por exemplo, é o ente federal mais carente de capacitação técnica. É papel nosso preparar estes órgãos para receberem o eSocial, trazer as informações sobre o impacto que essa mudança vai trazer a partir de janeiro. A principal mudança é mesmo nas rotinas, há necessidade de toda equipe entender o funcionamento para não haver falhas e depois punições. Mas nosso principal papel aqui foi de proporcionar tranquilidade aos colaboradores no uso da ferramenta”.

Fonte e foto DICOM/TCE