31/08/18 - 05:14:55

HOSPITAL DE CIRURGIA RETOMA SERVIÇOS SUSPENSOS, DIZ DIREÇÃO

O Hospital de Cirurgia (HC) anunciou em uma coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 30 de agosto, o retorno da realização dos procedimentos de Cirurgias Cardíaca, Neurológica, Urológica e Vascular, que haviam sido suspensas há algumas semanas. A regularização do fluxo de cirurgias foi possibilitada a partir de uma parceria do HC com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Além da Direção, também estiveram presentes na coletiva o Secretário de Estado da Saúde, Dr. Valberto Oliveira, e representantes das equipes médicas que estavam com os serviços paralisados.

Durante a coletiva, o Diretor do Hospital, Dr. Milton Santana, destacou a importância da parceria com o Governo do Estado para o restabelecimento dos serviços. “Diante das nossas dificuldades e com a parada dos serviços, fomos buscar auxílio do Estado, que prontamente aceitou a proposta de refazermos os serviços. Foi a partir disso que surgiu uma Cogestão, porque solicitei que eles acompanhassem como o dinheiro aportado por seria utilizado. O importante agora é ver o Hospital funcionando bem e atendendo a população do nosso Estado”, afirma.

De acordo com a Diretora Administrativa Financeira do Cirurgia, Márcia Guimarães, esse retorno representa o resultado de um esforço conjunto. “No primeiro momento era necessário retornar a assistência dentro do que era possível e então com muita discussão conjunta conseguimos colocar o Hospital para funcionar de forma imediata nas especialidades de Urologia, Cirurgia Vascular, Neurocirurgia e iniciamos a discussão do retorno das Cirurgias Cardíacas, fato ontem já efetivado”, relata.

Exemplo disso, é que desde a retomada das Neurocirurgias, ocorrida dia 22 de agosto, a equipe médica responsável pelo serviço realizou 7 procedimentos cirúrgicos, inicialmente em pacientes internados, que já estavam aguardando, e também em pacientes transferidos de outras Unidades Hospitalares da Rede Estadual de Saúde.

A senhora Adenilza Góis, mãe do paciente R.G., conta emocionada que aguardou com grande expectativa a realização da cirurgia do filho, de apenas 24 anos, para a retirada de um tumor intracraniano e fala sobre a alegria de tê-lo visto operado e com quadro clínico estável. “Aqui fomos bem atendidos por todos. Estava ansiosa pelo dia da cirurgia e agora ele está na UTI para o pós-operatório, mas meu filho está bem e eu como mãe estou feliz demais, pois ocorreu tudo bem. Ele poderia até perder a voz e isso não aconteceu, foi uma bênção para nós”, diz.

Em relação às Cirurgias Cardíacas, houve ontem a reabertura do Centro Cirúrgico da Unidade Cardiotorácica, com a realização de uma Revascularização do Miorcárdio em um paciente de 66 anos, que agora passa por cuidados pós-operatórios na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica. Hoje foram realizadas mais duas cirurgias no setor, uma cardíaca e outra torácica. De acordo com o Cirurgião Cardíaco Dr. Endrigo Rodrigues, “o retorno das atividades traz de volta a esperança dos pacientes e familiares por um acesso ao tratamento que só é realizado para o SUS no Hospital de Cirurgia e a chance de tratar uma doença grave que não teria outro método, senão a Cirurgia Cardíaca”, explica.

Após o anúncio do restabelecimento das cirurgias cardíacas, a espera pela cirurgia de Ponte de Safena do esposo de Maria Augusta Menezes está chegando ao fim, o paciente deu entrada no HC para fazer um cateterismo e após isso o médico diagnosticou a necessidade de continuar internado para a realização do procedimento. Ela relata como foi o tratamento do seu esposo durante a espera. “Eu não tenho do que reclamar, porque o tratamento foi muito bom, os profissionais humanos, que se importavam com a gente e se alguém falar do Hospital eu defendo. Esse retorno me traz muita alegria, ele será operado amanhã. Quero agradecer primeiro a Deus e abaixo dele à toda equipe empenhada para que isso acontecesse”, conta.

Além dessas duas especialidades, também seguem dentro da normalidade os procedimentos Urológicos, Vasculares, Ortopédicos, Cirurgias Gerais e Bucomaxilofaciais, além do serviço de Hemodinâmica para a realização de Cateterismo, Angiografias, Arteriografias, colocação de Marcapassos e CDI. A estratégia de encaminhamento cirúrgicos dos pacientes está sendo conduzida pelas equipes médicas, SES, através da Diretoria de Gestão do SUS (DGS) / Complexo Regulatório Estadual. Serão considerados primeiro os pacientes internados no Hospital de Cirurgia, depois os pacientes internados em outros Hospitais que compõem a Rede Estadual de Saúde e após isso, os pacientes classificados como eletivos.

Foto assessoria

Por Regiane Sá