01/09/18 - 08:45:47

Pelo respeito ao Estado Democrático de Direito, escreve Antonio Moraes

Eu não vou votar em Lula ou em seu candidato no primeiro turno.

Eu não considero o impeachment de Dilma um golpe.

Eu acredito que o PT, comandado por Lula, praticou caixa 02 para vencer as eleições. Como todos os outros políticos e partidos acusados.

Acredito que o apartamento do Guarujá e o sítio de Atibaia foram destinados para Lula.

Mas não há prova disso, para condenação criminal.

Prova, em matéria de direito penal, para condenação, precisa ser totalmente certa e jamais resultado de interpretação.

E sempre foi assim. Isso para defender todo e qualquer cidadão de arbitrariedades, de interpretações dirigidas a interesses escusos.

Da mesma forma, há na lei autorização para que todo e qualquer cidadão, sub judice (que esteja respondendo a processo no Judiciário, preso ou não), seja candidato, enquanto houver possibilidade de recursos quanto ao seu pedido de registro de candidatura. Isso também para garantir que todo e  qualquer cidadão não seja alvo de arbitrariedades.

Concordar com o que está acontecendo, só porque não se gosta de Lula/PT é concorda com a fragilização de nossos próprios direitos, é fragilizar o Estado Democrático de Direito.

Estamos em um Estado (Judicial) de Exceção.

Aracaju, 1° de setembro de 2018.

Antonio Moraes, cidadão e policial civil.