04/09/18 - 13:04:28

AMORIM DESTACA O TRABALHO PARA A EXPANSÃO DA UFS

Em entrevista concedida, nesta segunda-feira (3), à Rádio UFS, o candidato a governador, Eduardo Amorim (PSDB), assegurou que promoverá a geração de emprego e renda, além de combater o tráfico de drogas. Segundo ele, o desemprego e o avanço da criminalidade em Sergipe devem-se à falta de gestão do atual governo e ausência de políticas públicas. Eduardo também falou sobre seu trabalho em prol da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Questionado sobre os altos índices de criminalidade em Sergipe, Eduardo enfatizou a necessidade em combater o tráfico de drogas. “Dados recentes mostram que somos o sexto estado mais violento do Brasil. Os números da violência são altíssimos para o menor estado do país. Muito disso, deve-se às drogas, que chegam aqui para serem comercializados. Não temos plantação nem produção de substancias ilícitas, mas estamos na rota desse negócio ilegal”, destacou.

De acordo com o candidato, as drogas vindas de outros estados entram facilmente porque as divisas de Sergipe estão desguarnecidas. Diante deste cenário, uma das propostas defendidas por Eduardo é a criação da Polícia de Divisas, ou seja, um grupo tático que atuará nos dez municípios sergipanos que fazem fronteira com a Bahia e Alagoas.

“Vamos ampliar o nosso efetivo policial e implantar o Pelotão Tático de Divisas para fiscalizar o que entra e sai do nosso estado. Isso não gerará custos extras, pois reduziremos o número de cargos comissionados para investir em segurança e na capacitação dos nossos policiais”, detalhou.

A crise econômica e o desemprego também estiveram em pauta na entrevista. Eduardo afirmou que Sergipe tem potencial para se destacar em diversos setores da economia, porém o atual governo não soube promover avanços tampouco gerir os recursos para promover o desenvolvimento do Estado. “O primeiro setor que é o agropecuário está abandonado. A Endagro e Cohidro estão sucateadas e representam um desestímulo para o setor”, ressaltou.

“Também possuímos um enorme potencial turístico, fomos agraciados com litoral, cânions, gastronomia e cultura riquíssimas. Mas, infelizmente, nosso turismo é pouco explorado, apesar do setor ser considerado uma fábrica sem chaminé e que movimenta uma cadeia produtiva capaz de aquecer uma economia”, complementou.

Eduardo Amorim propôs ainda o desenvolvimento de cada região. “A agricultura é forte e cada região tem suas particularidades. A Citricultura na região sul, o plantio de milho que vem se espalhando no agreste e até pelo sertão. A rizicultura e piscicultura no Baixo São Francisco, que ficaram abandonados durante anos, mas com a revitalização da Codevasf tem ganhado força e está entrando a carcinicultura. Temos ainda nossa bacia leiteira no Sertão, que precisa de investimentos para ser fortalecida”, finalizou o candidato.

Pela UFS

Vale destacar que Eduardo Amorim, enquanto senador, trabalhou pela expansão da Universidade Federal de Sergipe (UFS). “Abraçamos a luta pela implantação do Campus da UFS no Sertão e, recentemente, após nossa intervenção, a Embrapa Nacional autorizou a doação da Unidade de Campo Experimental para a construção do Campus do Sertão, entre os municípios de Glória e Feria Nova”, salientou.

O parlamentar destinou R$ 23 milhões para o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS). “Foram R$ 8 milhões para a conclusão do anexo hospitalar – Oncologia, Transplantes e Diagnóstico – e mais R$ 15,7 milhões para a unidade materno-infantil”, pontuou.

Além disso, Eduardo lutou, em Brasília, junto com o Ministério Público, para evitar que alguns equipamentos que estavam encaixotados no HU-UFS por falta de local para instalação fossem enviados para outro estado. Também foi Graças à sua atuação junto aos Ministérios do Planejamento e da Educação que aprovados no último concurso da Ebserh foram convocados.

ASSESSORIA DO PSDB SERGIPE