04/09/18 - 08:09:43

Um mar de indecisos

Os candidatos a governador de Sergipe têm pela frente uma árdua missão: conquistar o mar de eleitores indecisos ou que ameaçam votar em branco. Segundo pesquisa induzida do Instituto Única, divulgada ontem pela TV Atalaia, 37,3% do eleitorado ainda estão indefinidos ou prometem não votar em nenhum dos nove postulantes ao governo. Esse percentual de cidadãos desanimados, irados e desnorteados é o dobro dos eleitores que tencionam votar em Valadares Filho (19,9%), líder da disputa eleitoral. Diante dessa inusitada conjuntura política, é inviável fazer qualquer prognóstico sobre as eleições de outubro, pois mais de um terço do eleitorado revela-se incapaz de confiar nos candidatos. Portanto, quem arriscar apontar um vencedor diante deste mar revolto de indecisos corre o sério risco de dar com os burros n’água.

Perfil da pesquisa

Registrada na Justiça Eleitoral com o número SE – 0486712018, a pesquisa ouviu 1.112 eleitores de 13 municípios, no período de 28 de agosto a 2 de setembro. O nível de confiabilidade é de 95,45% e a margem de erro é de 3%. O segundo colocado é Eduardo Amorim (18,9%), seguido por Belivaldo Chagas (12,9%), Dr. Emerson (4,9%), Mendonça Prado (3%), Márcio Souza (- 2,3%), João Tarantella (-2,2%), Milton Andrade (- 1,3%), Gilvani Santos (- 0,4%). Os Indecisos são 19,4% e votos branco 17,9%.

Lero-lero radiofônico

Com raras exceções, o rádio sergipano se transformou num show de demagogia e baixo nível. Diariamente, radialistas com jeitão de pistoleiros nada intelectuais abrem o bocão para defender seus interesses ou de quem os paga. Felizmente, a sociedade sabe identificar o verdadeiro comunicador, que usa o microfone para prestar serviços e fazer entrevistas esclarecedoras. Crendeuspai!

Dianteira folgada

Para desgosto dos adversários, o governador Belivaldo Chagas (PSD) deve ter a candidatura à reeleição deferida pela Justiça Eleitoral. Cinco dos magistrados já votaram contra o pedido de impugnação feito pela coligação liderada por Valadares Filho (PSB). Apenas um juiz acatou o argumento de que Chagas cometeu irregularidades insanáveis quando era secretário estadual da Educação. Marminino!

Viola de boca

E o candidato a governador Mendonça Prado (DEM) tem culpado o governo pela crescente violência. O demista promete “combater a criminalidade nas suas causas”. Interessante que Mendoncinha foi secretário da Segurança Pública e não conseguiu reduzir a violência que tanto assusta nossa população. Homem, vôte!

Barra pesada

As mulheres trabalham, em média, 7,5 horas a mais que os homens por semana. Isso ocorre devido à dupla jornada, que inclui tarefas domésticas e trabalho remunerado. Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a jornada total média das mulheres é de 53,6 horas e a dos homens, de 46,1 horas. Em relação às atividades não remuneradas, a proporção se manteve quase inalterada ao longo de 20 anos: mais de 90% das mulheres declararam realizar atividades domésticas. Ufa!

Vapt-vupt

É quase nenhum o tempo de alguns candidatos na propaganda eleitoral gratuita. O postulante ao governo de Sergipe, João Tarantela (PSL), tem apenas 9 segundinhos, tempo suficiente apenas para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) dizer “Boa sorte, Tarantela, estamos juntos”. Misericórdia!

Dilma igual a Temer

Segundo o candidato a senador Rogério Carvalho (PT). Este governo temerário “fez com que perdêssemos 200 anos de pesquisas em questão de poucos minutos. O incêndio do Museu Nacional é reflexo dos cortes que este governo fez nos investimentos para a cultura”. O petista esqueceu de dizer que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) deixou de liberar, em 2014, uma emenda parlamentar de R$ 20 milhões para a modernização do Museu. Ela também não investiu em cultura. Uma lástima!

Conselho ao eleitor

Candidata a deputada federal, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) tem aconselhado ao cidadão vasculhas a vida dos políticos. “O eleitor deve usar as redes sociais para conhecer melhor os candidatos. Não simpatize com alguém pela fala bonita, pelo rostinho bonito. Avalie seus projetos e sua conduta de vida para votar consciente”, ensina a parlamentar aracajuana.

Bons de ‘cana’

Cerca de 47% dos usuários de bebidas alcoólicas começaram a beber com menos de 18 anos. Segundo estudo do IBGE, 34,5% dos biriteiros tiveram o primeiro contato com a “marvada” entre os 15 e os 17 anos e 12,5%, antes dos 15 anos. Um dado preocupante da pesquisa é que 24,3% dos usuários de álcool assumiram já ter dirigido sob efeito de bebida. Danou-se!

Recorte de jornal

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 2 de julho de 1911.

Resumo dos Jornais