05/09/18 - 12:57:53

SECRETÁRIO DIALOGA COM SINTESE SOBRE METAS DO PNE E PED

O secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto, recebeu em reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 5, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial do Estado de Sergipe (Sintese) e teve como objetivo debater questões relacionadas à Educação do Estado, a exemplo, do ensino integral, da melhoria do Ideb, e as metas estaduais para a pasta, entre outros pontos.

O secretário fez uma breve apresentação das metas do Plano Nacional de Educação e do Plano Estadual de Educação, mostrando em números e gráficos a situação de Sergipe em cada um dos pontos elencados. Ele destacou a importância do Plano, que traça metas para o período de 2014 a 2024.

“Considero uma construção muito importante da educação brasileira que resultou em uma lei. A educação tem que ser pensada a longo prazo. Ambos os planos, o estadual e o nacional, fixam metas, e cabe à Secretaria de Estado da Educação acompanhá-las e tentar desenvolver estratégias para atingi-las”, declarou.

A reunião aconteceu na sala de reunião com Complexo Administrativo e Pedágio, em Aracaju, e contou com a presença do superintendente executivo da Seed, professor Everton Siqueira; do assessor do secretário, Cláudio Andrade Macedo; da presidente do Sintese, Ivonete Cruz; do vice-presidente, Roberto Silva dos Santos, além de outros membros do sindicato, e da diretora do Departamento de Educação, Ana Lúcia Muricy; diretor do Departamento de Recursos Humanos, Jorge Costa Cruz Júnior; diretora do Departamento de Inspeção Escolar, Eliana Borges, e representantes do Núcleo Gestor de Educação em Tempo Integral da Seed (NGETI).

Análise das metas

Em sua apresentação, o professor Josué Modesto falou sobre cada uma das metas do Plano Nacional de Educação, fazendo uma breve análise da situação atual de Sergipe e a expectativa para até o ano 2024. São alguns dos objetivos previstos do Plano: universalizar a matrícula de jovens de 15 a 17 anos e matricular 85% deles no ensino médio até 2025; oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica; alcançar médias nacionais para o IDEB: 6,0 nos anos iniciais do ensino fundamental, 5,5 nos anos finais, e 5,2 no ensino médio; entre outras metas.

O secretário afirmou que é preciso haver uma política que ataque o problema da distorção idade-série, e que em relação ao Ideb, o estado de Sergipe tem melhorado consistentemente. “Em 2017, Sergipe teve um aumento expressivo no Ideb. A rede estadual melhorou percentualmente de forma mais intensa”, disse. Ele apresentou as unidades de ensino da rede estadual que tiveram os melhores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Em relação à meta de nº 17, que trata da valorização dos profissionais do magistério das redes públicas de educação básica, o secretário mostrou que, em 2017, o estado de Sergipe está acima da média brasileira.

Novas discussões

Após a apresentação, os representantes do Sintese debateram com o secretário sobre algumas demandas relacionadas à Educação, como a criação de uma comissão para discutir Educação em Tempo Integral, Portaria, Construção do Currículo de Sergipe para o Ensino Infantil e o Ensino Fundamental, e o Calendário Escolar.

Foi marcada uma nova reunião para a próxima semana, quando as discussões da comissão terão prosseguimento.

Foto Janaina Santos

Por Ítalo Marcos