05/09/18 - 09:34:58

“TEMOS QUE DEIXAR DE SER CAÇA”, SUGERE CABO AMINTAS

Durante o programa “Nas Ruas”, apresentado pelo vereador de Aracaju, Cabo Amintas (PTB), na noite da última segunda-feira, 3, através da sua página Facebook, o parlamentar lamentou a morte do recém-promovido a Sargento Marcos Antônio Borges de Campos, que estava na PM desde 1994 e comemorava com a família a promoção quando foi surpreendido por bandidos em sua chácara, no povoado Matapuã, zona de expansão de Aracaju. O militar reagiu e até atingiu um dos meliantes, que morreu no local, mas também foi atingido e veio a óbito.

“Hoje sentimos tristeza, saudade e revolta. Algumas horas atrás, mais um policial militar foi assassinado no nosso Estado. Sgt. Borges, com quem tive a honra de trabalhar por duas vezes na minha vida de policial militar. Trabalhamos juntos na cidade de Simão Dias, quando ele fazia parte do policiamento do Fórum, e eu da CPRv. Eu já nem sei mais o que dizer todas as vezes que se perde um policial no nosso estado. Alguns meses atrás a Sargento Eliane foi assassinada, e a história se repete”, afirmou Amintas, emocionado.

O parlamentar ressaltou seu sentimento de indignação com o Governo, que, segundo ele, nada faz para mudar esse panorama. “É difícil entender um estado em que os policiais estão sendo caçados, onde o Governo não toma providência nenhuma para dar um basta nisso. E, muitas vezes, essa sociedade hipócrita acaba apoiando bandidos, essas sementes do mal, como são esses marginais que tiraram a vida desse pai de família”, disse.

Antes de vir a óbito, o Sargento Borges chegou a encaminhar uma mensagem de voz a colegas de fardas pedindo socorro. Amintas falou também sobre a angústia que teve ao ouvir o desespero do colega.

“Ele pedia socorro. Ele pedia ‘pelo amor de Deus, me ajude!’. Naquele momento, mantive contato com vários policiais para saber quem estava mais próximo. Mantive contato com o comando do policiamento da capital, solicitando que fossem até o local para prestar um socorro mais rápido. Infelizmente, tudo que fizemos, todo o esforço que tivemos, não deu o resultado que esperávamos. É lamentável ver Sergipe numa situação dessas. Proporcionalmente, somos um dos estados onde mais morrem policiais. Temos que dar um basta! Temos que deixar de caça, para ser caçadores”, declarou.

Fonte Assessoria do parlamentar