08/09/18 - 07:04:26

Revoltado por falta de atendimento, cidadão quebra recepção de hospital

Uma moradora do município de Riachão do Dantas, enviou um e-mail à redação para fazer uma denúncia de supostos vandalismos que estariam ocorrendo na cidade, após o novo prefeito assumir interinamente o cargo, já que a titular teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE).

Segundo a moradora, “a cidade de Riachão do Dantas está vivenciando um caos desde que a prefeita Gerana Costa entregou o cargo na última quarta-feira, 05, por ordem judicial deferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), logo que o presidente da Câmara de Vereadores Pedro da Lagoa assumiu o mandato começaram os atos de vandalismo ocasionados por parte dos aliados do prefeito interino”.
Ela conta ainda que “boa parte desses episódios como o que ocorreu hoje no Hospital e Maternidade Dona Caçula está sendo realizado por uma população revoltada pela forma como a cidade se encontra, em estado de total abandono”.

O mais grave, segundo a denunciante, aconteceu na tarde desta sexta-feira (07), por volta das 14 horas “quando um cidadão não identificado se envolveu em um acidente no Povoado Campestre, foi em busca de atendimento médico no Hospital e Maternidade Dona Caçula, e chegando ao local o rapaz foi informado de que não havia médicos de plantão e que o mesmo deveria buscar atendimento no Hospital de Lagarto. O mesmo se revoltou e com ajuda de dois parceiros quebraram duas portas de vidro e agrediram um dos funcionários que estavam no local.

A moradora conta também que “o Hospital e Maternidade Dona Caçula durante um ano e quase oito meses de gestão nunca ficou sem realizar atendimento, sendo inclusive elogiado por outros municípios pois realizava cerca de 3 mil atendimentos por mês e agora se encontra sem médicos para atender a população”.

Por fim, ela afirma que “as incerteza não param por aí, antes de deixar o mandato Gerana Costa deixou uma lista na Secretaria Municipal de Saúde com o nome de todos os pacientes que precisam realizar tratamento oftalmológico entre outros em outras cidades como Aracaju e Lagarto, este tratamento deveria começar já nesta segunda-feira (10), mas até o momento os pacientes não foram informados se haverá transporte cedido pela prefeitura como era feito anteriormente”.

Munir Darrage