11/09/18 - 05:27:55

Tomógrafo do Hospital Regional de Itabaiana já está em operação

Exatidão no diagnóstico, maior resolutividade no tratamento e fim da transferência de pacientes para o Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) para realização da tomografia são os principais benefícios que chegam a partir desta segunda- feira, 10, ao Hospital Regional de Itabaiana. O aparelho foi adquirido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), para dar maior assistência aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Dagmar do Nascimento Silva, trabalhadora doméstica, foi a primeira das 10 pacientes que fizeram o exame na tarde desta segunda-feira. Vítima de uma queda de escada em sua residência na última sexta-feira, 7, ela sofreu trauma no tornozelo. O médico solicitou a tomografia para acompanhar o quadro e conferir se houve lesão do tendão. Para ela, realizar o exame em sua cidade é confortável.  “É muito bom a gente não precisar mais ir à capital para fazer a tomografia e melhor ainda é não precisar esperar para fazer o exame”, disse.

No Hospital Regional de Itabaiana, caracterizado como unidade de média complexidade, serão realizadas 10 tomografias programadas por dia, além das demandas que venham a surgir na urgência, segundo informou o gerente de Recursos Humanos do hospital, José Amâncio de Oliveira Leite, adiantando que, por enquanto, o exame será realizado no horário das 7 às 19 horas, às segundas, quartas e sextas- feiras além de sábados e domingos, com a perspectiva de vir a operar 24 horas, atendendo à demanda da Rede Estadual de Saúde.

O comando do setor de tomografia está entregue ao técnico de Radiologia, Marcos Carvalho dos Anjos, um dos três profissionais que passaram pelo treinamento da Siemens durante a semana passada e está operando a máquina. “Estamos aptos a operar o equipamento porque além da capacitação ministrada pela fabricante do aparelho temos especialidade em tomografia”, declarou o técnico.

O exame dura cerca de 10 minutos, conforme informou Marcos dos Anjos, tempo necessário para a máquina revelar com exatidão lesões e patologias em partes moles e ósseas de vítimas de doenças naturais ou adquiridas. A tomografia ajuda a fechar um diagnóstico e foi com alguma apreensão que Maria Josinete de Jesus, trabalhadora rural encostada no INSS, subiu no tomógrafo. Com suspeita de nódulos em algumas regiões do corpo, ela foi submetida a uma tomografia de tórax nesta tarde.

“Vou fazer o exame para que o médico possa descobrir o que eu tenho porque sinto muitas dores no corpo e todas as vezes que como eu me sinto mal”, disse ela, comemorando o fato de ter o exame facilmente ao seu alcance, sem demora, sem transferência para a capital e sem desconforto.

Foto: Flávia Pacheco

ASCOM SES