13/09/18 - 07:38:49

Estudantes podem contribuir com projetos de humanização na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) referência no atendimento à gestantes de alto risco e no trabalho humanizado, gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu na manhã dessa quarta-feira, 12, no auditório da unidade, alunos do 9° período de enfermagem da faculdade Estácio Fase. O objetivo da visita técnica, através do projeto GAIE – Grupo de Apoio as Instituições de Ensino foi mostrar as regras e rotinas da MNSL

A enfermeira do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Maria do Carmo Pereira, acolheu os alunos juntamente com as preceptoras Tamires da Silva Conceição e Felipa Daiana Bezerra. Os visitantes foram apresentadas as regras, rotinas e projetos que são desenvolvidos pelos colaboradores da instituição a exemplo do Projeto Doulas, GAMU e GAVA. Logo em seguida, apresentaram  as instalações da Unidade para os estagiários, passando pelo acolhimento e admissão. Foram visitadas, ainda, as Alas, Rosa, Azul e Verde, o Centro Cirúrgico da MNSL.

“A Instituição recebe estagiários dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição e Psicologia. A ação pode ser feita por graduandos e residentes de Enfermagem e Medicina (Obstetrícia, Neonatologia, Pediatria, Anestesia e Ultrassonografia). Acolhemos alunos para campo de estágio, visita técnica e realização de pesquisa”, disse Maria do Carmo. Ela explicou, ainda, que o Núcleo de Educação Permanente   objetiva   apoiar estagiários e dar incentivo a projetos de humanização na maternidade.

“Na MNSL, os alunos além de realizar o campo de estágio, podem desenvolver pesquisa científica, apresentando o tema específico e o projeto do trabalho acompanhado pelo ofício. Em seguida encaminhamos para o setor correspondente, onde é verificada a realização do estudo”, disse a Enfermeira “”Viemos para a unidade pra realizar práticas de pediatria. Ficamos na UCINCO (Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais), fazendo as atividades junto aos recém-nascidos.”, relatou a  preceptora do curso de enfermagem Tamires da Silva Conceição,

Ela assegurou que sempre recebem acolhimento satisfatório por parte do NEP, que apresenta a maternidade e os programas que ela possui. “Para os estudantes é muito proveitoso, eles chegam no estágio já sabendo do fluxo da unidade”, ressaltou a preceptora. Para a estudante de enfermagem, Ana Valéria Silveira, 42 anos, a primeira visita técnica foi importante. “Essa foi minha primeira visita técnica na instituição. Conheci todas as alas onde posso realizar meu estágio. É uma ótima maternidade, o atendimento é maravilhoso e as enfermeiras são muito humanas, me senti bem aqui”, disse a estudante de enfermagem.

Hoje ela está como estagiária da unidade, mas já foi paciente, uma mamãe do método canguru. Sua última gestação foi de risco. Aos 42 anos, deu à luz a um prematuro.

A estagiária do supervisionado III, Cristiane da Silva Melo, disse que o que mais chamou sua atenção foi a organização. “Estão de parabéns todos que contribuem para isso acontecer”. “O estágio na MNSL é de extrema importância, Por ser uma maternidade de alto risco, os alunos têm noção do serviço oferecido e visão do SUS”, ressaltou Felipa Daiana Bezerra, preceptora.

Projetos

Hospital Amigo da Criança- Maternidade aguarda o reconhecimento. É forte candidata.

Gamu – Grupo que se reúne nas quartas-feiras, coordenadas pelos profissionais da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), com o objetivo de explicar para as mães sobre o aleitamento materno, a lavagem correta das mãos, os equipamentos da UTIN, entre outros.

Gava – Grupo de Apoio aos Visitantes e Acompanhantes. Tem por objetivo, esclarecer aos acompanhantes e visitantes informações necessárias a efetivação dos direitos e ao cumprimento dos deveres de visitantes e acompanhantes. As reuniões são realizadas as terças e quintas, pelo NEP.

Projeto Doulas do Parto: criado em 2010, é um evento desenvolvido por mulheres voluntárias treinadas para o acompanhamento do trabalho de parto normal. Doulas da Amamentação: projeto sobre o manejo de aleitamento materno, criado em 2017. São realizações orientadas pela psicóloga Sílvia dos Anjos, acompanhadas por atividades teóricas e práticas.

Fonte e foto assessoria