14/09/18 - 14:07:35

MOTO É APREENDIDA NO INTERIOR E ACABA SENDO “DESTRUÍDA”

Uma moto apreendida no município de Simão Dias, acabou virando caso de polícia e foi parar na Corregedoria-Geral da Polícia Militar de Sergipe, após denúncia de que a moto teria sido vendida por PMs, pelo valor de R$ 400.

Por conta dessa denúncia, o Ministério Público, através do promotor de justiça da Comarca, Ricardo Sobral Sousa, denunciou o fato informando que no início do ano, uma pessoa teve uma motocicleta apreendida no município de Simão Dias em função de uma infração de trânsito.

Porém um mês após o ocorrido, o proprietário procurou a delegacia para retirar o veículo e lá foi informado que a moto já se encontrava no Detran, em Aracaju.

Na denúncia, o proprietário contou ao promotor que viu a motocicleta, já com outra cor, e que a pessoa que informou ter comprado o veículo por R$ 400 de dois policiais militares.

Ainda segundo o denunciante, o comandante da 4ª Companhia Independente da PM, major Matheus Massoti, teria solicitado um prazo para entregar a moto, o que acabou gerando estranheza ao proprietário.

Em entrevista à imprensa, o major Matheus disse que ainda não foi ouvido pela Corregedoria da PM, mas afirma que desconhece qualquer envolvimento no fato.

O major afirmou em entrevista à imprensa que “se eu tivesse envolvimento com alguma atividade ilícita, criminosa, o comandante deixaria eu comandar a companhia ou estaria comandando? Claro que não. Tudo tem que ser apurado e esclarecido. Se aconteceu, qual o envolvimento das pessoas nisso? Garanto que não tive envolvimento nenhum”, afirma.

Após a denúncia ser formulada, a Corregedoria-Geral da Polícia Militar de Sergipe abriu inquérito para investigar uma suposta prática de crime de abuso de autoridade e infração administrativa na corporação, encaminhada pelo Ministério Público.