18/09/18 - 07:41:59

A culpa é do adulto

Um país que sonha em ser desenvolvido não pode enclausurar seus meninos em penitenciárias medievais. É preciso ter em mente que as crianças acusadas pela violência são, na verdade, as principais vítimas dela. Enquanto políticos roubam escancaradamente os recursos públicos para comprar a consciência do eleitor, o crime organizado recruta crianças para a marginalidade. Chamada ao debate, a classe política aponta o dedo acusador contra a sociedade: “A culpa é de seus filhos”. Ora, quisesse mesmo resgatar nossas crianças da criminalidade, em vez de defender a esdrúxula redução da maioridade penal, o Congresso aumentava exageradamente a pena do bandido adulto flagrado praticando crime ao lado de um garoto. Tirando, inclusive, todos os benefícios inerentes à redução dos longos anos de clausura. Seguramente, os criminosos iriam querer distância de menores, pois ninguém deseja mofar nas horripilantes penitenciárias brasileiras.

Empregos de volta

O ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral, suspendeu a cassação do prefeito de Areia Branca, Alan de Agripino (PSC). Ele e o vice Francisco Chagas Filho (PSC) haviam sido cassados pelo TRE sob a acusação de compra de votos. Desde o afastamento de ambos, o município vinha sendo administrado pelo presidente da Câmara, vereador Reginaldo da Silva Santos, o “Perna” (PMN).

Bagunça sobre rodas

As carreatas políticas realizadas em Sergipe têm afrontado as leis de trânsito. Segundo o Ministério Público Eleitoral, os participantes destes atos são transportados em inseguras carrocerias de caminhonetes, muitas ficam penduradas nas portas dos carros e os motoqueiros nem sempre usam capacetes. O MPE recomendou aos órgãos de trânsito que intensifiquem a fiscalização. Certíssimo!

Tempo pedido

Não chamem para o mesmo comício o deputado federal João Daniel e o candidato à Câmara Federal Márcio Macedo – ambos do PT. O parlamentar ficou tirica ao saber que o aliado teria usado parte de seu tempo na propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Márcio nega a acusação da Daniel e sugere que este tipo de assunto seja tratado no partido e não através da imprensa. Homem, vôte!

Segurança do pleito

A segurança das eleições em Sergipe será feita por 3.181 policiais militares, além de homens do Corpo de Bombeiros e das Guardas Municipais. O planejamento operacional da Polícia foi apresentado, ontem, ao Tribunal Regional Eleitoral. Para tristeza dos candidatos, 80% dos PMs envolvidos na segurança do pleito votarão em trânsito. Aff Maria!

João na campanha

E o ex-governador João Alves Filho (DEM) está pedindo votos para a filhota Ana Alves (DEM), candidata a deputada estadual. Com a saúde visivelmente fragilizada, o “Negão” apareceu na propaganda eleitoral gratuita entregando um chapéu de couro – símbolos de seus governos – à herdeira, enquanto lhe deseja sucesso nas urnas. Resta saber se o eleitorado vai atender ao apelo do velho político.

Aqui não fico

Informado que iria cumprir a pena superior a 13 anos na Penitenciária Antônio Jacinto Filho, em Aracaju, o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PTC), esperneou. Disse que quando passou por lá foi torturado, além de ter passado fome e sede: “O juiz mandou me prender, não me torturar”, reclamou. Diante da chiadeira do sentenciado, a Secretaria da Justiça o transferiu para a Cadeia Pública de Estância. É, quem não chora, não mama!

Vavá queixoso

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) anda se queixando contra as críticas adversárias. Segundo ele, estão propagando um arsenal de baixarias e fake news na tentativa de reverter a tendência do eleitorado em favor dele e do filho Vavazinho (PSB). Muito injuriado, Vavazão desafia: “Virem o mundo de cabeça para baixo e nunca acharão um só ato de corrupção que possa comprometer a nossa conduta ética”. Marminino!

Aposta no sol

De passagem por Aracaju, a presidenciável Marina Silva (Rede) divulgou seu projeto visando impulsionar a energia solar: “O Brasil se preocupa demais com o pré-sal, mas o Nordeste é o nosso pré-sol”, discursou. Segundo ela, do mesmo modo em que tentará gerar empregos em outras frentes, “aqui no Nordeste identificamos, na geração de energia solar, uma grande fonte de criação de emprego e de renda para a população”. Então, tá!

De olho na terra

Garantir terra para quem precisa. Este é o projeto da presidenciável Vera Lúcia (PSTU). Durante entrevista coletiva concedida ontem, em Aracaju, a moça defendeu a reforma agrária: “Precisamos pôr fim ao agronegócio, expropriando toda a terra, sem indenização de latifúndio. Essa terra foi roubada de nós. Ela precisa voltar para as nossas mãos”. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 20 de abril de 1931.

Resumo dos Jornais