18/09/18 - 08:11:39

Sema oferece ponto de descarte de óleo de cozinha saturado

O óleo de cozinha vegetal é bastante utilizado para a produção de diversos alimentos. O que muitos desconhecem é que esses produtos são causadores de danos ao meio ambiente quando descartados de maneira incorreta. Desta forma, com o objetivo de orientar e sensibilizar a sociedade sobre o destino correto desse resíduo, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) disponibiliza um recipiente para a destinação do óleo de cozinha saturado. Essa atividade também faz parte da campanha de sensibilização do programa Praia Limpa, que ocorrerá no próximo domingo, 23, na Orla de Atalaia, zona Sul da capital.
O óleo armazenado pode ser levado à sede da Sema, localizada à rua Santa Luzia, nº 926,  bairro São José, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h  ou das 13h às 17h. A coleta é realizada em parceria com a Recigraxe, empresa coletora de óleo saturado licenciada, responsável por recolher o óleo e fazer o descarte de forma adequada.
A coordenadora de Educação Ambiental da Sema, Raphaella Ribeiro, destaca a importância de realizar o descarte correto do óleo de cozinha  saturado. “Um litro de óleo pode poluir cerca de 20 mil litros de água, gerando assim a mortandade de animais devido o bloqueio da passagem de ar e luz, impedindo a respiração e a fotossíntese. Se for para a rede de esgoto, o óleo também encarece o tratamento dos resíduos. Esse óleo que atinge os rios provoca a impermeabilização dos leitos e terrenos adjacentes, o que contribui também para ocorrência de enchentes. Por isso, as pessoas precisam saber como e onde destinar esses resíduos de forma correta, pois muitas acabam descartando na pia de cozinha ou em outro local inadequado por hábito e, por falta de informação, acaba agredindo o meio ambiente”, afirma.
Segundo a coordenadora, primeiramente é preciso esperar o óleo de cozinha residual esfriar após o uso; em seguida, a pessoa pode armazená-lo em um recipiente, a exemplo de garrafa pet, potes de conserva ou qualquer outro, de acordo com o nível de produção. Quando tiver uma quantidade significativa, pode levar o recipiente fechado à sede do órgão ambiental ou em um dos pontos de coletas distribuídos pelo município parceiros do órgão ambiental, para que a destinação correta seja realizada.
“E como forma de incentivo, a cada litro de óleo entregue na Sema, a pessoa recebe em troca um material de limpeza (sabão) disponibilizado pela nossa empresa parceira, a Recigraxe. É preciso que toda a sociedade tenha consciência e nos ajude com esses novos hábitos que contribuem para a conservação da natureza”, destaca.
Pontos de descarte
Além da Sema, diversos pontos de coleta de óleo de cozinha usado estão espalhados pela capital sergipana, em instituições de ensino superior, empresas privadas e demais entidades. O cidadão interessado em descartar esse material, basta se dirigir aos seguintes pontos:

Faculdade São Luís de França (Unidade Getúlio Vargas): rua Laranjeiras, 1838, bairro Getúlio Vargas/ Também na unidade do bairro Salgado Filho, situada à avenida Pedro Paes Azevedo, 853;
Universidade Tiradentes : avenida Murilo Dantas, 300, bairro Farolândia;
Instituição Beneficente Emmanuel (IBEM): rua Frei Damião, 134, bairro Santa Maria;
Oceanário de Aracaju-Projeto Tamar: avenida Santos Dumont, 1010, bairro Atalaia;
Shopping Riomar: rua Delmiro Gouvêia, 400, bairro Coroa do Meio;
Shopping Jardins: avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral, 215 – bairro Jardins.
Praia Limpa

O Praia Limpa é um programa desenvolvido pelo setor de Educação Ambiental da Sema e surgiu da necessidade de haver um maior engajamento por parte de toda a população em prol de práticas mais conscientes, a exemplo do descarte correto de resíduos e respeito aos animais marinhos.
Na edição deste ano, o programa abordará ações que estimulem os cidadãos e comerciantes, principalmente os empreendimentos localizados na Orla de Atalaia, a entenderem que pequenas atitudes geram grandes resultados, a exemplo da destinação correta de resíduos e do óleo de cozinha usado. “Estamos obtendo resultados muitos positivos com essa campanha de sensibilização realizada juntamente com a Faculdade São Luís de França e a Recigraxe. No dia do evento, o cidadão também poderá levar o seu óleo de cozinha usado e trocar por sabão”, explica o secretário municipal do Meio Ambiente de Aracaju, Augusto Cesar Viana.
Fonte e foto assessoria