28/09/18 - 05:13:07

Previna Móvel leva testes rápidos e ações educativas para a população

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), através do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), da Vigilância em Saúde de Aracaju, oferta serviços para a população com o Previna Móvel, antigo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Itinerante. Um automóvel acondicionado com equipamentos médicos e profissionais da saúde, utilizado para prevenção e diagnóstico de doenças.

A equipe do Previna Móvel integra o Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar), onde é possível ter acesso, de forma prática, aos diagnósticos de hepatites (B e C), HIV/Aids e sífilis, através de testes rápidos. De acordo com a assessora técnica do Programa de IST’s da SMS, Débora Oliveira, a mudança do CTA Itinerante para Previna Móvel foi também para mudar a estratégia de atendimento e o perfil das ações.

“A intensificação das ações tem representado um aumento em 62% nos exames de diagnóstico. Com a mudança a gente também alterou o perfil das ações na rua, não só aplicar testes rápidos mas também usar o veículo para outras atividades, como palestras, roda de conversa e distribuição de insumos de prevenção de doenças, ou seja, conseguimos realizar mais atividades em diferentes lugares, como escolas, praças, comunidade LGBT, entre outros” explicou.

Algumas pessoas não conseguem ir a unidades de saúde, seja porque moram distante ou trabalham o dia todo, e a unidade móvel se desloca a vários lugares da cidade. Entre 2017 e 2018, já foram realizadas mais de 100 ações diferentes em diversos locais, e distribuição de 3.211.058 milhões de insumos de prevenção (preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante).

Teste rápido

O teste rápido é simples, a equipe faz com punção digital, que consiste em picar o dedo do paciente para extrair uma amostra sanguínea e, depois de 20 minutos, diagnosticar.

Aproximadamente 15.000 testes rápidos foram realizados de 2017 até agora. Foram diagnosticados 17 pacientes com HIV, 177 com sífilis, 13 com hepatite B e sete com hepatite C, todos encaminhados para as referências.

Após a aplicação do teste, a unidade móvel conta com um serviço especializado para os casos que reagem positivamente. Pacientes com diagnóstico positivo no teste HIV são encaminhados para a unidade Cemar Siqueira Campos; os casos confirmados de sífilis são dirigidos às Unidades Básicas de Saúde de referência; e os casos de hepatites B e C para o Hospital Universitário de Sergipe.

Foto assessoria

Por Tirzah Braga