30/09/18 - 06:34:18

OPOSIÇÃO CONSEGUE CANCELAR EVENTOS EM TOBIAS BARRETO

Através de uma Nota de Esclarecimento, a Prefeitura de Tobias Barreto lamentou uma decisão do TRE/SE que cancelou eventos que aconteceriam no município. A decisão, tomada com base em informações passadas pelo agrupamento político de oposição, “se funda em premissas inexistentes, tendo a Procuradoria Regional Eleitoral sido levada ao erro ao entender que, contaminada por dados e factoides criado por aqueles responsáveis em levar a denúncia ao citado órgão”, aponta a nota.

Na denúncia, a oposição alega que os eventos teriam natureza eleitoreira e tendentes a favorecer algum candidato ou agrupamento político. Segundo o prefeito Diógenes Almeida, isso não é verdade, “pois os mesmos não acontecem apenas em anos de eleições, mas sempre que há disponibilidade financeira de viabilidade para executá-los, apoiá-los ou patrociná-los.”

O prefeito explica que todos os eventos são de natureza cultural e comercial, e visam fomentar raízes histórica/culturais do município além de serem instrumentos hábeis para alavancar o comércio local. “As festas mobilizam os mais diversos setores existentes, a exemplo de hotéis, restaurantes, bares, centros de beleza e estética, vestuário, mercado informal e ambulante de comidas e bebidas, entre outros, que são impulsionados com as suas realizações”, argumenta.

Tobias Barreto seria palco da Festa do Vaqueiro, que, historicamente, sempre foi realizada no último domingo do mês de setembro, homenageando o sertanejo, resgatando as origens nordestinas.

Também foram cancelados o FACTOB e TOBIART, ambos eventos acontecem anualmente e são realizados pela administração municipal há vários anos, contando com o apoio e patrocínio do comércio local e de diversas entidades de natureza pública e privada. Este ano seria realizado simultaneamente em virtude da economia financeira com estrutura e logística, o que iria gerar uma despesa menor para a realização dos mesmos.

“Outro evento cancelado foi a tradicional Festa de Setembro da Vila De Samambaia, que não é de realização da municipalidade e sequer tem o apoio ou patrocínio da Prefeitura, motivo pelo qual inexiste razão de ser relacionada ao Ente Municipal, sendo de igual forma motivo para deixarmos de tecer maiores comentários a respeito do mesmo”, afirma Diógenes Almeida.

DESPESAS

Outra inverdade foram os valores informados pela oposição ao Promotor Eleitoral, que não são compatíveis com os reais gastos para realização dos eventos em questão.

Informaram cifras na ordem de R$ 2 milhões, quando na verdade seriam gastos com a Factob e Tobiart R$ 59 mil reais, sendo que R$ 20 mil foram através de patrocinio da Caixa Econômica Federal e R$ 30 mil através de apoio do SEBRAE, o que restaria à Prefeitura, uma despesa de apenas R$ 9 mil, além da venda dos estandes, o que proporcionaria um lucro financeiro.

Já a Festa do Vaqueiro, orçada em R$ 127 mil, seria paga em cinco parcelas.

PREJUÍZO

Infelizmente, diz o prefeito, só resta lamentar a determinação da Justiça Eleitoral para suspender os eventos que estariam promovendo lazer e entretenimento para a população. “Ao mesmo tempo somos solidários a todos aqueles que acabaram sofrendo os reflexos dessa decisão, que investiram na compra de produtos, bebidas e alimentação para venderem durante as festas, e agora vão amargar esse prejuízo”, lamenta Diógenes Almeida.

Por Gerliano Brito

Foto assessoria