03/10/18 - 07:50:29

Saúde debate alimentação saudável e obesidade infantojuvenil

A Secretaria Municipal da Saúde promoveu nesta terça-feira, 2, uma roda de conversa com mães, adolescentes e o grupo de obesidade Cheinhos de Alegria. A ação aconteceu no auditório do Centro de Especialidades Médicas (Cemar) do bairro Siqueira Campos e teve como objetivo principal debater a questão da obesidade infantojuvenil e a importância da alimentação saudável.

Além do alerta feito pelos profissionais a acerca do equilíbrio alimentar, ou seja, a prevenção tanto da obesidade como da desnutrição, também foram passadas ao público orientações práticas para o dia a dia da população.

“O consumo de alimentos, regionais e da estação, como banana, caju, jaca e outras frutas encontradas a preços acessíveis em feiras e mercados da capital, já podem trazer efeitos positivos. Ao contrário dos alimentos industrializados que contém elevadas taxas de gordura, sal, açucares e conservantes, aqueles alimentos naturais são fontes equilibradas de nutrientes, vitaminas e fibras que regulam o organismo da pessoa”, enfatizou a nutricionista da SMS, Márcia Cristina Oliveira.

Orientações

Outra palestrante da roda de conversa sobre obesidade, a nutricionista Eliana Lúcia Dias, deu algumas dicas de substituição de alimentos, voltadas às mães e aos pacientes atendidos pelo grupo. “Muitos não sabem, mas o simples hábito de substituir um lanche industrializado, como o biscoito recheado, por uma fruta ou o pelo suco de jenipapo, por exemplo, que é rico em ferro, pode trazer diversos benefícios para a saúde da criança. O mesmo podemos afirmar de uma alimentação equilibrada com o consumo de verduras, feijão, vagem, quiabo e grãos, como a linhaça, gengibre e outras ervas”, explicou.

Com o trabalho realizado pelo grupo Cheinhos de Alegria, a assistente social da SMS, Guadalupe Oliva, afirma que os participantes têm conseguido perder peso e superar a obesidade. “Realizamos a avaliação do peso, altura e calculo do Índice de Massa Corporal (IMC) dos participantes indicando quem estava acima ou abaixo do peso considerado saudável”, disse.

A dona de casa Graça Menezes tem dois filhos do grupo de obesidade e, após a avaliação com a equipe de nutricionistas, recebeu o alerta e orientações para adoção de hábitos alimentares mais saudáveis para seus filhos. “Gostei muito e achei excelente as dicas passadas pelos profissionais da Saúde. Agora vou buscar rever hábitos alimentares”, falou.

Já para a mãe de outro participante do grupo, Simone da Conceição, a interação com outras famílias auxilia o processo. “O tratamento no início é difícil porque muda a alimentação da família toda, mas depois nos acostumamos. Mas esta integração nas reuniões realizadas aqui são muito boas. Antes o sobrepeso prejudicava muito os joelhos e os pés do meu filho, agora ele não reclama mais de dor”, relatou.

Cheinhos de Alegria

O grupo é desenvolvido desde o ano de 2003, pelo Centro de Especialidades Médicas da Criança e do Adolescente (Cenca), da SMS, auxiliando crianças e adolescentes que têm diagnóstico de sobrepeso e obesidade a reduzir o peso, como também prevenir e controlar doenças secundárias.

O Cheinhos de Alegria é composto por diversos profissionais, como técnicos, médico endocrinologista, nutricionista, enfermeira, psicóloga, e assistente social.

Fonte e foto assessoria