05/10/18 - 00:01:37

PRATICAMENTE DECIDIDO

DIÓGENES BRAYNER[email protected]

A campanha praticamente acabou. O cenário está montado, definido e agora é esperar a pontuação dos atores por uma platéia desanimada, para saber quem ganha o prêmio da eleição. Algumas poucas mudanças acontecerão, principalmente entre os proporcionais nas áreas federal e estadual. Mas nada que altere a vida do eleitor, hoje indiferente a um pleito sem graça, repetitivo e que não trás retorno às necessidades daqueles que só são percebidos a cada quatro anos.

O resultado de primeiro turno está decidido na disputa majoritária ao Governo do Estado. Fechado que Belivaldo Chagas e Valadares Filho continuarão na luta. Apesar de um e outro decantarem vitória já no domingo. É um jogo natural para a platéia. Sabem que não será assim.

Essa disputa final muda toda a avaliação nos registros de candidaturas, quando se tinha como certo que Valadares Filho não teria fôlego suficiente para chegar ao segundo turno. Em seu lugar estaria Eduardo Amorim (PSDB), que aparentemente fica fora do embate final. O candidato tucano cometeu um erro: ser excessivamente dócil com Valadares Filho, um dos seus adversários, na perspectiva de ter seu apoio na disputa no segundo turno. Foi mal…

Embora a recíproca fosse verdadeira, Valadares preservou Amorim, mas assumiu o tom de oposição e chega à reta final como o nome que pode liderar o bloco.

Na quarta-feira outra surpresa. No programa gratuito de televisão, o senador Eduardo Amorim fez denúncias e acusações graves a Valadares Filho que o assustou. Por que só agora? Durante toda a campanha, Amorim jamais lhe fez qualquer tipo de crítica e sequer referiu-se a ele tanto no programa, quanto nas entrevistas e declarações à imprensa. A avaliação de alguns políticos foi de que Amorim fez as acusações, em seu último programa de TV, na esperança de derrubar Valadares do segundo turno e assumir o seu lugar.

Deu zebra! Valadares melhorou sua posição e Amorim caiu mais um pouco, inclusive porque deu direito de resposta ao adversário agredido. Até agora não se sabe de quem foi a ideia do ataque: do próprio candidato ou de sua equipe de marketing.

NÃO HAVERÁ MUDANÇA

Para o Governo, segundo análise de políticos experientes, não haverá mais condições de alterar o cenário. O segundo turno será entre Valadares Filho e Belivaldo Chagas.

Eduardo Amorim, candidato pelo PSDB, ensaiou uma reação muito tarde.

PROVOCOU SURPRESAS

O último programa de Eduardo Amorim, quarta-feira, provocou surpresa até mesmo aos seus eleitores. Ele fez acusações duras ao candidato Valadares Filho (PSB).

Deu um tom raivoso às denúncias muito pesadas.

QUAL SERIA A RAZÃO?

Eduardo e Valadares se trataram com doçura durante a campanha, até como se fossem aliados. Exatamente no último programa resolveu mudar o tom contra seu ex-aliado.

O programa deixou uma pergunta sem resposta: “por que só agora?”.

DIREITO DE RESPOSTA

O setor jurídico de Valadares Filho conseguiu na Justiça direito de resposta contra Eduardo Amorim, que vai ao ar hoje nas emissoras de TV.

Valadares disse que se surpreendeu com Amorim.

GANHA NO PRIMEIRO TURNO

Ontem, por telefone, Valadares Filho se mostrou animado e disse que poderia ganhar até no primeiro turno, mas admitindo que estará no segundo.

Disse que tem crescido nesses últimos dias.

PESQUISAS ATÉ SÁBADO

Várias pesquisas serão publicadas até sábado, principalmente a do Ibope pela TV-Sergipe. Os resultados serão próximos nessa reta final.

Uma única pesquisa foi suspensa, porque contrariava os contratantes.

SEM CREDIBILIDADE

Pelo menos dois candidatos ao Governo admitiram que as pesquisas de institutos locais perderam a credibilidade, pelo exagero com que favorecia a quem contratava.

Tanto que não se viu tantas publicações neste pleito.

MANGUEIRA NA LUTA

Wellington Mangueira, comunista autêntico, está enviando zap para convencer aos eleitores que não votem em Bolsonaro, porque ele representa o pior que há no atraso.

E lembra que existem outras opções a presidente que merecem ser avaliadas.

BEM MAIS TRANQUILO

O governador Belivaldo Chagas, candidato à reeleição pelo PSD, acha que não haverá mudança no cenário eleitoral nesses dois dias que faltam para o pleito.

Diz que está crescendo e não tem dúvida de sua presença no segundo turno.

REDUÇÃO DA CAMPANHA

Ontem à noite Belivaldo participou de caminhada no centro de Aracaju e à noite esteve no ‘fogaréu’ em Itabaiana, promovido por Luciano Bispo.

O ‘fogaréu’ reuniu milhares de pessoas que acompanham Luciano.

DISPUTA PELO SENADO

Pega fogo a disputa pelo Senado. Até agora não há cenário confiável e está embolado entre André Moura, Valadares, Jackson Barreto e Alessandro Vieira.

O senador Valadares aumentou campanha só dele nas redes sociais.

Pela primeira vez Lagarto viu o senador fazendo campanha de porta em porta.

ANDRÉ DEVE CHEGAR LÁ

O candidato ao Senado André Moura (PSC) tem chances de eleger-se e trabalha nesta estreita reta final para consolidar sua eleição.

Pode ser ao lado de Heleno Silva, senador Valadares ou Jackson Barreto.

ESCÂNDALO DE VOTOS

Heleno Silva, candidato ao Senado, diz que está bem e contabiliza que sairá do sertão com 30% da votação na região: “será um escândalo de votos”, disse.

Diz que com 250 mil votos se elege como o segundo senador.

SOBRE O ALESSANDRO

Heleno Silva avaliou que o candidato ao Senado pela Rede, Alessandro Vieira, sugou parte dos votos que seriam para Valadares e dificultou sua reeleição.

– Eu estou chegando vivo em meio a toda essa gente e serei a grande surpresa, disse.

SUKITA MANTÉM CAMPANHA

O grupo político de Manuel Messias Sukita mantém todos os atos políticos e ontem esteve em Propriá para anunciar que sua candidatura está mantida.

Segundo informa o pessoal do bloco, “o povo tem sido muito acolhedor”.

PREOCUPADO COM TUDO

Nos domingos, o grupo visita Sukita no presídio de Glória e ele se mostra muito preocupado com a campanha, principalmente em relação às pesquisas.

Sukita dá algumas orientações ao pessoal que trabalha para ele.

BOSCO RECUPERA POSIÇÃO

Bosco Costa recupera posição como candidato a deputado federal e será um dos quatro eleitos pelo bloco liderado por Eduardo Amorim.

Valdevan 90 teria perdido fôlego na região Sul, onde atua.

MENDONÇA É BOLSONARO

Mendonça Prado, candidato a governador pelo DEM, tem enviado mensagem via redes sociais pedindo votos. Em anexo sugere nomes para o eleitor votar.

Entre eles o de Jair Bolsonaro para presidente.

GOSTO DE ELEIÇÃO MUNICIPAL

Um funcionário de distribuidora de água mineral não quer nem saber os nomes que disputam a Presidência, Governo, Senado, Câmara e Assembleia.

– Para mim, eleição boa é para prefeito, porque a gente ganha dinheiro.

Notas

Tornar Sergipe melhor – Eduardo Amorim disse ontem que “o desejo de mudança está no semblante dos sergipanos de todos os municípios. Eles já compreenderam que nós somos a verdadeira oposição e defendemos o projeto que vai tornar Sergipe melhor, com um governo que trabalhe para os que mais necessitam”.

0x0

Pode auditar urnas – Sabia que você pode auditar a urna eletrônica, por meio do seu celular? A leitura de QR CODE possibilita saber o total de votos da seção e a conferência com o divulgado pelo TSE. O tribunal sugere que “junte seus amigos e família e fiscalize as eleições juntamente com a Justiça Eleitoral”.

0x0

Jogo por Bolsonaro – O analista político Kennedy Alencar percebe que Setores do MP e do Judiciário fazem um jogo político a favor do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, na reta final do primeiro turno. O ativismo do Judiciário e do MP custará caro ao país, porque desequilibra as regras do jogo político-eleitoral e gera disfuncionalidade na democracia.

0x0

Sentimento mais puro – Depois da realização do fogaréu, em Itabaiana, o deputado estadual Luciano Bispo, candidato à reeleição diz que “quando a gente dedica uma vida a querer o bem a um povo que me quer bem, esse é o resultado: uma festa, espontânea. Gratidão e o meu sentimento mais puro!”

0x0

Trouxe o desespero – Jackson Barreto, candidato ao Senado, disse ontem que o dia da eleição está chegando e “trouxe o desespero de nossos adversários”. Temos obras estruturantes em todo o estado e uma das que mais me orgulha é o sistema de abastecimento de água de Itabaianinha.

0x0

Exigência cumulativa – Ao discutir ontem a possibilidade de endurecer ou não a aplicação da Lei da Ficha Limpa para condenados por improbidade administrativa, o TSE decidiu, por maioria, manter a exigência cumulativa de condenação por dano ao patrimônio público e enriquecimento ilícito para que um político tenha sua candidatura barrada.

Conversando

Ato do fogaréu – O deputado Luis Mitidieri (PSD) avaliou que o ato do fogaréu, ontem, em Itabaiana, tinha mais de 100 mil pessoas.

Mudar o jogo – Hoje e amanhã serão dias de muita conversa de bastidores. Serve para candidatos proporcionais que podem mudar o jogo rápido.

Visitas a amigos – Heleno Silva está trabalhando lentamente no sertão, fazendo visitas a amigos e pedindo voto também para o pastor Jony Marcos.

Pé no freio – Belivaldo Chagas está apenas cumprindo compromissos de campanha. Os demais candidatos também colocam o pé no freio.

Certa nostalgia – Às vésperas das eleições o clima ainda é de certa nostalgia. As pessoas não se empolgaram com as eleições deste ano.

Mais animado – O deputado estadual Venâncio Fonseca está mais animado com o pleito. Percebeu um bom crescimento nestes últimos minutos.

Mais em Aracaju – Segundo Heleno Silva, candidato ao Senado, o impulso do delegado Alessandro Vieira aconteceu com maior visibilidade em Aracaju.

Grande Porte – Em Lagarto, entretanto, a informação é de que o nome de Alessandro também cresce na região metropolitana e cidades do interior de grande porte.

Caminhada da colina – Edvaldo Nogueira ficou muito animado com o êxito da caminhada da colina do Santo Antônio até a Praça Olimpio Campos.