16/10/18 - 15:50:31

SPC BUSCA E ENCONTRA AJUDAM A LOCALIZAR “DESAPARECIDOS”

Não poderia ter sido melhor o uso das ferramentas SPC Busca e SPC Encontra no quadro “Desaparecidos” desenvolvido pela TV Sergipe – SE TV 1ª edição – apresentado nesta terça-feira, 16, na tentativa de localizar parentes de pessoas que sumiram e nunca mais deram notícias.

No uso das ferramentas controladas pelo banco de dados da FCDL/Sergipe e CDLs sergipanas, uma pessoa já foi localizada e seu parente reencontrou as esperanças.

Usando do seu banco de dados nacional, o Serviço de Proteção ao Crédito, sob jurisdição da FCDL/Se e CDL/Aracaju, foi ao vivo para o Mercado Municipal de Aracaju e lá, com base nas informações de pessoas passadas à TV, o gerente operacional do SPC, Gileno Batista, e o consultor Executivo da FCDL, Edmilson Andrade, puderam ajudar a encontrar pessoas, parentes, amigos de famílias considerados “desaparecidos” no Brasil.

No caso a dona Cleusa Laurentino da Silva, de 81 anos, que reside atualmente em um município de Pernambuco (PE), buscava a filha Maria José da Silva, que teve domicílio em São Cristóvão (SE) e a ferramenta do SPC ajudou a localizar por meio do nome completo e alguns dados pessoais.

Por meio de uma parceria e a convite da TV Sergipe, filiada da Rede Globo, o SPC sergipano vai participar do programa exibido uma vez nas terceiras terças-feiras de cada mês, no SE TV 1ª Edição, onde as pessoas buscam por familiares nunca mais vistos no convívio social.

Além de dona Cleusa Silva, também outras duas pessoas de Aracaju e uma do Espírito Santo foram localizadas, sendo que seus dados serão repassados aos familiares pela TV na tentativa de reencontrá-los.

O banco de dados, segundo o presidente da FCDL/Se, Edivaldo Cunha, vai ajudar a encontrar pessoas através da digitação do CPF e ou nome completo dos desaparecidos, forma pela qual o SPC Busca e SPC Encontra informam onde as pessoas podem estar ao fazer uma consulta em qualquer lugar do país.

“Um instrumento importante já que nosso banco de dados pode localizar uma pessoa em qualquer estado da federação ao fazer uma compra e informar seu CPF. Esperamos contribuir com este quadro tão importante e necessário às famílias que procuram seus entes queridos”, reforça o presidente da CDL, Brenno Barreto.

A FCDL informou ainda que as 17 CDLs sergipanas participarão deste esforço coletivo na busca de desaparecidos, onde seus bancos de dados interligados nacionalmente serão utilizados para este fim.

Da assessoria

Foto Divulgação (ASCOM/FCDL)