18/10/18 - 07:02:52

Estudo apresenta resultados sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes

Fruto de uma iniciativa da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR), foram apresentados na manhã desta quarta-feira, 17, os dados do Programa de Comunicação e Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, decorrente da atividade do turismo. A iniciativa resultou em um estudo criterioso, no qual, abrangeu os 11 municípios que mais recebem turistas em Sergipe. A reunião aconteceu na sede da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), em Aracaju.

O relatório final sobre a ação, que foi elaborado pela Quanta Consultoria, Projetos e Editoria Ltda, em parceria com a Ativacidade – Diálogo e Implementação em Políticas Públicas e o Centro Dom José de Brandão de Castro (CDJBC),está em fase de revisão.

Para a representante do Prodetur, no evento, a engenheira ambiental Thassia Luiza Santana, o documento faz parte de um diagnóstico completo do turismo em Sergipe. “Os estudos que estão sendo apresentados hoje, fazem parte de uma complementação do diagnóstico que foi feito pelo Prodetur, que mostram os dados mais concretos, uma vez que ele foi produzido diretamente nos municípios específicos com as pesquisas de campo, sistema de garantias e os conselhos e secretarias de turismo trazendo assim, resultados mais específicos. Para tal, o estudo favorece a execução dos próximos projetos”, afirmou.

O chefe do Departamento de Turismo da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Denio Azevedo, fez uma breve apresentação da história do Turismo no Brasil, e em Sergipe, fazendo um apanhado sobre as mudanças na forma de vender os destinos turísticos. “Agora teremos dados concretos para conhecer a realidade e planejar depois. Não adianta querer colocar o carro na frente dos bois, ou seja, este trabalho é um passo fundamental para a construção de um alicerce que dará base para a construção final”, frisou.

Já o representante da Quanta Consultoria, empresa responsável pelo projeto, descreveu como foi à logística. “O trabalho foi desenvolvido em 11 municípios do Estado de Sergipe, sendo distribuído no Polo da Grande Aracaju, Litoral Sul e no Velho Chico. Fizemos também, um mapeamento de como está a rede de promoção dos direitos da criança e do adolescente pensando nas áreas da saúde, educação, assistência social e o conselho tutelar”, concluiu Anderson Rafael Nascimento.

Fonte e foto assessoria