19/10/18 - 16:11:30

Arrastão da Virada reunirá população de Sergipe em defesa da democracia

“Precisamos nos unir e ainda dá tempo de reverter este quadro de retrocesso sem precedentes”, afirmou professor Dudu presidente da CUT/SE

por: Iracema Corso

Numa atividade de diálogo com a população, esclarecimento e defesa da democracia, a juventude, as trabalhadoras e trabalhadores promovem o Arrastão da Virada, que vai ocupar as ruas do Centro de Aracaju neste sábado, no dia 20/10, a partir das 9h. A concentração será na Pça Fausto Cardoso, em frente ao Museu Olímpio Campos. Toda a população que defende a democracia pode trazer o seu cartaz e participar da atividade de luta e esclarecimento.

Sem o direito de ouvir a proposta de cada candidato em debate televisionado, a população brasileira padece em desinformação há duas semanas do 2º turno das eleições. Como se não bastasse a falta de debate para esclarecer o eleitor, a população brasileira vem sendo ‘atacada’ por uma onda de notícias falsas com o claro objetivo de manipular eleitores para conquistar a vitória do candidato de extrema direita que obtém o apoio de grandes e médios empresários em âmbito local e nacional.

“Mais do que nunca precisamos dialogar com a população e explicar como o País está sendo conduzido a um período sombrio de negação de direitos fundamentais, um retrocesso que não temos como mensurar”, explicou o professor Roberto Silva, secretário de Formação da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) e vice-presidente do SINTESE (Professores).

Lideranças do movimento sindical e social apontam que corremos o risco de perder direitos consolidados que norteiam nossa democracia como o combate ao racismo, a igualdade de oportunidades para homens e mulheres, visto que o candidato com maior intenção de votos defende em seus discursos a violência contra homossexuais, o uso de armas, o machismo, a tortura, entre outros absurdos.

O discurso chocante do candidato de extrema direita esconde suas propostas antipopulares que estão no seu plano de governo: fim da estabilidade dos servidores públicos; defende a privatização e não diz de quais nem quantas empresas; é contrário à política de cotas raciais; defende aumentar o imposto de renda das pessoas que tem menos dinheiro, entre outros. Sobre educação, parece brincadeira de mau gosto, mas é verdade: o candidato da extrema direita afirmou que quer implantar Educação à Distância, a partir do Ensino Fundamental.

Presidente da CUT/SE, o professor Rubens Marques reforça que o momento de defender os nossos direitos e a democracia é agora. “Precisamos da presença e do apoio de todas as pessoas que não concordam com o discurso do ódio, o discurso irracional fascista, porque ainda dá tempo de reverter este quadro de retrocesso e construir uma história diferente assegurando a democracia e um projeto de País plural como o Brasil para o presente e futuras gerações”.