19/10/18 - 08:33:03

Setur participa de reunião para elaboração da Minuta de Lei da Política do Gerenciamento

Mais um passo importante está sendo dado na transformação do menor estado da federação e em um dos maiores receptores de turistas do Brasil: Sergipe. Nesta quinta-feira, 18, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), participaram da reunião extraordinária de Elaboração do Plano e da Minuta do Projeto de Lei para a Política de Gerenciamento Costeiro do Estado de Sergipe (GERCO/SE).

O encontro aconteceu no anfiteatro da Universidade Tiradentes (Unit), e visou a participação de 18 municípios da zona costeira, de órgãos governamentais, instituições de ensino e a sociedade civil. Um dos pontos da reunião foi o resultado do Produto 3, que define o início dos trabalhos para a construção do Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro (ZEE Costeiro), e que pretende realizar o mapeamento de suas características ambientais, sociais e econômicas, contribuindo para o uso adequado destes ambientes e colaborando para as fiscalizações, licenciamentos e a gestão do estado.

A representante da Hidria Ciência Ambiente e Desenvolvimento, Patrícia Casal Rodríguez, relatou sobre as fases dos estudos até a finalização do Projeto de Lei. “Estamos na fase de coleta de dados, pegando informações de vários órgãos e das prefeituras envolvidas para efetuar o cruzamento de informações até a finalização do zoneamento de Sergipe, pois a partir disto é que poderemos planejar as ações futuras”, comentou a bióloga espanhola e responsável pelo estudo.

A engenheira ambiental do Prodetur, Thassia Luiza Santana Costa, descreveu detalhadamente como ocorre essa coleta. “Esta etapa denominada de Produto 3, apresenta o levantamento dos   mapeamentos de informações distintas das inúmeras atividades e características ambientais nas zonas costeiras, através do zoneamento ecológico e econômico que é uma diretriz do Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro. Todo este contexto é viabilizado por meio dos órgãos estaduais e municipais que possuem muitas informações e dados, que fortalecem este trabalho”, finalizou.

Fonte e foto assessoria