26/10/18 - 08:11:35

Saúde Bucal: Funesa garante tratamento de excelência através dos CEOs

Centros de Especialidades Odontológicas atendem mais de mil pessoas ao mês

Quem necessita de cuidados e atendimento odontológico gratuito, pode ser assistido pela Fundação Estadual de Saúde (Funesa), através da Coordenadoria dos Centros de Especialidades Odontológicas, que garante tratamento de excelência na saúde bucal dos cidadãos no estado. No Dia Nacional do Dentista e da Saúde Bucal, celebrado nesta quinta-feira, 25,  profissionais dos Centros de relatam um pouco sobre a importância desse ofício, que atua com casos de média complexidade.

Diante da necessidade da pessoa, o primeiro atendimento será através da Atenção Primária (cuidados nas Clínicas de Saúde da Família ou em Unidades Básicas de Saúde), onde o usuário será avaliado por um cirurgião-dentista clínico geral e, se a situação carece de procedimento mais complexo, a pessoa será encaminhada aos CEOs, que trabalha com serviços especializados. Se o paciente for diagnosticado com outras necessidades, a exemplo do câncer de boca ou tratamento de alta complexidade, são encaminhados para a rede hospitalar.

Toda essa avaliação é feita por meio do mapa sanitário da saúde bucal, que determina se o paciente será atendido pelo Município ou Estado. Na rede hospitalar, os atendimentos odontológicos são realizados no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Hospital Regional de Itabaiana e Hospital Universitário (HU).

A política do SUS (Sistema único de Saúde) busca promover saúde, dignidade, autoestima e inclusão social. De acordo com a auxiliar de saúde bucal do CEO de Tobias Barreto, Priscila Silva, o trabalho executado pelo Centro é gratificante. “Atuo nessa função há cinco anos, sendo um no CEO. “Eu gosto de trabalhar com o público. Sou suspeita, pois é uma área que admiro muito, sobretudo por atender pessoas carentes. É muito bacana  ver a satisfação dos pacientes  com  resultados de procedimentos que é difícil de custear em um rede particular”, declara.

Bruno Torres, cirurgião bucomaxilofacial do CEO de Laranjeiras, destaca que a Funesa proporciona atendimento de media complexidade em cirurgia oral. “Fazemos tratamento de cistos e tumores benignos da região maxilofacial, prevenção e diagnóstico de câncer de boca, remoção de dentes inclusos e tratamento e desordens de distúrbios temporomandibulares, proporcionando um tratamento de excelência à população de baixo poder aquisitivo, que recebe esse cuidado através do sistema público”.

Para ser atendido em um Centro, o usuário deve iniciar o tratamento odontológico na Atenção Primária. As unidades de Boquim; Capela; Laranjeiras; Nossa Senhora da Glória; Propriá; São Cristóvão; e Tobias Barreto prestam serviços nas áreas de Periodontia; Endodontia; Cirurgia Bucomaxilofacial; atendimento a pessoas com necessidades especiais; e diagnóstico bucal com ênfase no diagnóstico do câncer de boca.

Além disso, o serviço também garante exames complementares como radiografias periapicais, interproximais, oclusais, panorâmicas e exames anatomopatológicos para o corretor diagnóstico e tratamento da saúde bucal.  A necessidade de tratamento especializado será identificado pelo cirurgião-dentista, responsável pelo encaminhamento à unidade especializada e o acesso dá-se através do guia de encaminhamento fornecido pela atenção primária após avaliação com o cirurgião dentista e diagnóstico da necessidade de tratamento nas especialidades ofertadas.

Segundo a coordenação dos Centros, as setes unidades atendem, em média, 1.100 pessoas ao mês e, para a Fundação, administrar esse serviço é, primeiramente, cuidar do paciente de forma integral. “Quanto ao CEOs, oferecemos atenção especial, pois realizamos tratamentos mais avançados, que na rede privada possuem custos mais altos, mas a Funesa oferece mediante o SUS, assegurando a saúde de uma forma completa. Dessa forma, o dentista é fundamental na rede de saúde, para complementar e integrar o cuidado do ser humano”, informa Sthephany Araújo, coordenadora dos CEOs.

O serviço representa uma das frentes de atuação do Brasil Sorridente, programa federal de oferta do SUS (Sistema Único de Saúde) para os cidadãos. Em Sergipe, a escolha pelos centros regionalizados, geridos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Funesa, foi uma iniciativa do Estado para assegurar que os municípios que não possuem CEO municipal pudessem ter acesso a esses serviços.

Dia da Saúde Bucal e Dia Nacional do Dentista

Instituída pela Lei nº 10.465/2.002, o Dia da Saúde Bucal tem o objetivo de chamar a atenção para a importância desse cuidado. A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde do organismo como um todo. Além de exercer papel fundamental na fala, na mastigação e na respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde.

Já a celebração do Dia do Dentista foi estabelecida a partir do  Decreto de Lei nº 9.311 [25 de outubro de 1884], que criou os primeiros cursos de graduação em Odontologia no Brasil, nos estados da Bahia e Rio de Janeiro.  Assim, a escolha desta data é uma homenagem à criação do curso de Odontologia no país. Todo o exercício da Odontologia de território brasileiro acabou sendo regulamentado a partir de 1966, pela lei de número 5081.

Assessoria de Comunicação Funesa