10/11/18 - 00:01:14

NÃO BASTA NOVO PROJETO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

O momento político está tumultuado e indeciso. Lógico, o bloco que elegeu o Governo e os partidos que fizeram senadores, deputados federais e estaduais estão mais calmos e tentam se recompor a partir de suas representações. Entretanto, ainda há muita indefinição em relação ao destino de cada grupo. Especialmente dos partidos. Vários deles fora do jogo porque não atingiram quociente eleitoral e que agora precisam se fundir ou até se adaptar a outro sistema partidário.

Tudo ainda está na base do provável. O Governo se manifesta disposto a promover uma reforma profunda na estrutura administrativa viciada, caduca, obsoleta e direcionada a privilegiar quem pretende “morrer no poder, usufruindo das benesses, inclusive através de parentes”. Não será assim. A tese para renovação é outra, onde se deve destacar uma atuação mais ampla da gestão e que fique próxima das necessidades do povo como um todo e não apenas de grupos que se montam nos cargos públicos e tentam dominar todo o Estado.

Neste momento, em que um grupo de trabalho se debruça para apresentar um formato administrativo inovador, tem que se levar em consideração que em primeiro lugar vem às necessidades básicas da sociedade, como Saúde, Educação, Segurança e salários pagos dentro do mês. Só depois é que se deve imaginar algum tipo de participação dos os blocos que protegem aliados com exclusividade, mesmo que sejam incompetentes.

Belivaldo Chagas está querendo quebrar esse ciclo de Governos que giram em torno da ganância de alguns poucos. Deseja ampliar a sua atuação, dinamizar o desempenho e revelar um modo mais humano de fazer política, sem perder, lógico, aliados que tenham compromisso com essa tarefa social, que não pode embutir privilégios direcionados. Belivaldo não deseja sair como mais um governador que exerceu o mandato. Quer marcar sua história através de um trabalho que no mínimo recupere a auto-estima, a euforia e o otimismo de um povo que foi às urnas e acreditou no seu projeto.

POLÊMICA SOBRE SENADO

A polêmica sobre voto “descasado” para o Senado é inútil. É normal que os adversários dos candidatos que disputam as duas vagas para senador sejam eles mesmos.

Principalmente quando os dois têm chances de eleger-se.

REVELAÇÃO DE FÁBIO

O quê disse o deputado federal eleito Fábio Henrique (PDT)? Que um dos seus votos ao Senado foi para André Moura. Isso em nada surpreende porque é quase regra.

Candidatos em condições de elegerem-se sugerem votos para quem não os ameaça.

EXEMPLO QUE DEU CERTO

Pelo menos três candidatos ao Senado, certos de elegerem-se, pediram a seus eleitores que votassem nele e no delegado Alessandro Vieira (Rede). Deram-se mal.

Vieira terminou sendo o mais votado e dos três, dois perderam.

ISSO FOI BEM ASSISTIDO

Nas eleições, os candidatos ao Senado da mesma chapa não pediam voto um para o outro. Jackson Barreto (MDB) não apoiava Rogério Carvalho (PT) e vice-versa.

André Moura e Heleno Silva também não pediam voto um para o outro.

NÃO SAI O HÁBEAS

O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), vai permanecer o final de semana ainda preso. Até o momento não saiu o hábeas corpus.

A expectativa é que saia na segunda-feira.

VALADARES NA OPOSIÇÃO

Apesar de ficar sem mandato, o senador Valadares (PSB) será um adversário duro do governador Belivaldo Chagas, exercendo o direito crítico que lhe dá a Carta Magna.

Valadares esperava tudo na política, menos perder para Belivaldo.

VALDEVAN E LAGARTO

Na cidade de Lagarto, lideranças políticas concordam que Sergipe elegeu apenas sete deputados federais, porque Valdevan Noventa defende interesses de São Paulo.

Valdevan veio eleger-se em Sergipe porque não conseguiria em Sampa.

NOMES PARA EQUIPE

O governador eleito Belivaldo Chagas não anunciará ninguém para ocupar pastas, entes de formatar o projeto de Governo que está em elaboração por seu grupo de trabalho.

Neste momento Belivaldo está focado na reestruturação administrativa.

MUDANÇAS DEPENDEM

Belivaldo vai esperar quais as mudanças que serão feitas pelo Governo Federal, para que o Estado tenha que se adequar a essa nova estrutura de Brasília.

Extinções e fusões vão depender da Dança dos Ministérios.

REUNIÕES COM GRUPO

Belivaldo Chagas vem mantendo reuniões com o Grupo de Trabalho, que vem fazendo um projeto de racionalidade para a nova gestão.

O objetivo é adequar o Estado à realidade do momento.

UMA COISA FICA CLARA

As indicações políticas serão feitas para ocupar determinadas pastas. Elas terão ligações políticas com quem indicou, mas administrativas com o governador.

Belivaldo não pensará duas vezes para trocar o secretário que não estiver dando certo.

DEPUTADO FICA FORA

Pelo menos um deputado eleito não seguirá por todo a orientação do seu partido e só não deixa a legenda para não perder o mandato.

Sofreu discriminação durante a campanha.

DE OLHO NA PREFEITURA

Já tem muita gente de olho na Prefeitura de Aracaju a dois anos do pleito. O nome da vereadora Emília Corrêa aparece e ela indiretamente endossa.

Animou-se com os votos que teve para deputada federal.

O PT TAMBÉM QUER

Quem também se fixou na disputa pela Prefeitura foi o Partido dos Trabalhadores. A legenda não esconde que trabalha para tentar afastar Edvaldo Nogueira.

O nome petista seria o de Marcio Macedo.

ENCONTRO E CONVITE

Fábio Henrique esteve ontem visitando o prefeito Edvaldo Nogueira e colocou o PDT à sua disposição, caso ele deixe o PCdoB em razão do coeficiente eleitoral.

– Inclusive para que Edvaldo assuma a Presidência Regional em Sergipe.

JANIER NO GOVERNO

A deputada eleita Janier Mota (PR), de Itabaianinha, já esteve com o Belivaldo Chagas e trataram sobre apoio político. Ela deve compor a base aliada.

Janier chegou a ser cotada para vice do senador Eduardo Amorim.

BUSCA SEGURANÇA

Esta semana Janier voltou a se encontrar com Belivaldo para que fosse liberada força policial para festa que realiza amanhã em Itabaianinha, com o cantor Bel Marques.

Será a festa da vitória e o reforço policial foi liberado.

PROTEGER EMPRESA

Um carro da Polícia manteve-se atrás de um supermercados, na 13 de Julho, por várias horas. Arrancou da população a seguinte dedução:

– É para proteger o G.Barbosa e o povo que se lasque.

DISPUTA PREFEITURAS

O coordenador da bancada federal, Jony Marcos (PRB) diz que parlamentares conseguiram aprovar R$ 169 milhões para Sergipe.

Avisou que o seu partido deverá disputar prefeituras!

Notas

Apenas uma guaribada – De Jair Bolsonaro sobre a reforma da Previdência: “Todos têm que entender que está complicada a questão da Previdência. O Brasil tem direito pra tudo, só não tem emprego.” Bolsonaro não parece mais desconfiado de que é preciso fazer reforma. Vamos ver se será reforma mesmo ou apenas uma guaribada.

0x0

Bolsonato critica a imprensa – De Kennedy Alencar: “No velho estilo, Bolsonaro critica universidades, Enem e imprensa”, post com análise de live feita no Facebook. O presidente eleito tirou gás da possibilidade de aprovar pontos de reforma da Previdência em 2018. Disse estudar temas para “ano que vem”.

0x0

Tratamento igual – O ministro João Otavio de Noronha, presidente do STJ, disse que a aplicação da Justiça pressupõe igualdade de tratamento, por isso defende que o ex-presidente Lula, condenado a pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, cumpra pena em presídio, como qualquer outro sentenciado.

0x0

Crime de peculato – Relatório final sobre as investigações, a Polícia Federal concluiu que o ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira e seu irmão, o deputado Lúcio Vieira (MDB-BA), cometeram o crime de peculato ao contratar empregados pessoais – entre eles motoristas e domésticas – como assessores e secretários parlamentares.

0x0

Obstrução da Justiça – Ao expedir os mandatos de prisão da operação Capitu, ontem, a desembargadora Mônica Sifuentes, do TRF-1, afirmou em despacho que os executivos do grupo J&F, entre eles Joesley Batista, ocultaram “fatos relevantes” nas delações premiadas, sendo assim, acusados por obstrução da justiça.

0x0

Visando o umbigo – Capitão Samuel diz que muitos ainda não entendem que governar pelo exemplo não se trata apenas de ser correto, nem é uma regra só para o presidente. Temos tudo pra fazer história se cada um souber seu lugar e suas limitações, sempre visando o bem comum e não apenas o próprio umbigo. É simples!

Conversando

Foi aparelhado – Capitão Samuel exalta: Bora Capitão Jair Bolsonaro, vamos em frente, abre, destrói caixa preta e a mamata. BNDS também foi aparelhado pelo PT.

Sobre Enem – O presidente eleito Jair Bolsonaro também quer se envolver no Enem. Acha que ele deve tratar apenas do que interessa.

Vendas de Natal – As vendas de Natal ainda não deram bons sinais para os lojistas, mas há expectativa de melhoras principalmente depois do dia 15.

Na Espanha – Edvaldo Nogueira viajou para a Espanha, anunciando que participará de uma reunião de cidades inteligentes.

Última vez – A vice-prefeita Eliane Aquino (PT) assumiu a Prefeitura ontem à noite. Talvez seja a última vez que assuma o mandato.

Sobre indicações – Há uma movimentação silenciosa de lideranças políticas na expectativa da indicação de nomes para participar do Governo.

Contatos políticos – O deputado federal André Moura (PSC) está esperando concluir o mandato para iniciar alguns contatos políticos dentro de uma realidade do Estado.

Fará viagem – Valadares Filho (PSB) fará uma viagem para descansar da campanha e quando retornar tentar formar um bloco de oposição.

Outro mandato – Valadares Filho disse que não vai disputar a Prefeitura de Aracaju e que deve tentar outro mandato em 2024, mas ainda não trata do assunto.