14/11/18 - 08:18:03

Fundat busca captação de oportunidades profissionais em termoelétrica

Seguindo com o objetivo de ampliar as oportunidades de geração de emprego e renda para o cidadão, o presidente interino da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), Jorge Araujo Filho, visitou, nesta terça-feira, 13, as instalações do escritório das Centrais Elétricas de Sergipe (Celse). Buscando estreitar o relacionamento com a empresa responsável pela implantação de uma termoelétrica no Estado, foram apresentados os serviços de intermediação de mão de obra qualificada oferecidos pela Fundação.

No encontro, o presidente interino, juntamente com o diretor de Empreendedorismo e Cooperativismo (Direc) da Fundat, Márcio Rodrigo Oliveira, conversaram com o gerente de Recursos Humanos da Celse, Wainer Gomes, a respeito da oferta de cursos gratuitos de qualificação profissional da Fundação e sobre as possibilidades de formatação de capacitações que estejam alinhadas com as necessidades específicas da termoelétrica, contribuindo de forma efetiva com a contratação de profissionais qualificados no campo da indústria.

“Sabemos que esta é uma empresa potente em nosso estado e acreditamos que podem ter demandas que necessitem ser supridas. Por isso, queremos nos oferecer como parceiro, apresentando os nossos serviços de apoio às empresas, como a intermediação de candidatos qualificados às vagas de emprego. Além disso, estamos receptivos à formatação de novos cursos profissionalizantes específicos às necessidades das empresas para os funcionários ou candidatos à alguma vaga”, explica Jorge Araujo, citando que já foram ofertados novos cursos em parceria com o Sistema ‘S’.

De acordo com Márcio Rodrigo, atualmente, a Fundat possui parceria com mais de 200 empresas, nos mais diversos segmentos e disponibiliza a elas os serviços de recrutamento e encaminhamento de candidatos, além da disponibilização de salas, pré-triagem e preparação dos candidatos para entrevistas de emprego. Ele também ressalta que a Fundat realiza o acompanhamento das pessoas que são contratadas. “Fazemos isso para saber como elas estão se desenvolvendo e realizarmos um estudo desses candidatos que temos enviado”, explica o diretor.

O gerente de RH, Wainer Gomes, agradeceu a visita da equipe da Fundação, ressaltando o entusiasmo em saber da existência de um órgão capaz de disponibilizar este tipo de serviço. “Fico feliz por existir uma instituição em Aracaju que fomente esse tipo de serviço para a comunidade, que está em um momento de desemprego, e qualquer fagulha que damos a essas pessoas é uma esperança, gostaria de agradecer a oportunidade”, afirmou.