18/11/18 - 07:29:47

GOVERNADOR PARTICIPA DA SOLENIDADE DE ABERTURA DO 35º FASC

Festival de Artes começou na última quinta-feira, 15, e segue até o domingo, 18, reunindo mais de 100 atrações locais e nacionais, em diversos pontos culturais da quarta cidade mais antiga do Brasil

O governador Belivaldo Chagas participou, na noite desta sexta-feira (16), da solenidade oficial de abertura do 35º Festival de Artes do município de São Cristóvão (Fasc), na região metropolitana de Aracaju.

A programação do Fasc foi iniciada na última quinta-feira, 15, com apresentações culturais diversas. Nesta sexta, foi aberta a programação de shows noturnos da Praça São Francisco, no Palco João Bebe Água, quando se apresentaram a Lira Sancristovense e as bandas Samba do Arnesto, The Baggios e Baianasystem.

Referência não só em Sergipe, mas em todo o Nordeste, o festival se destaca pela diversidade cultural e reúne mais de 100 artistas locais e nacionais de música, teatro, dança, além de grupos folclóricos e exposições diversas, e também pela geração de renda e incentivo ao turismo.

Além das atrações do Palco João Bebe Água,  evento reúne até o próximo domingo, 18, diversas atrações culturais, nos seguintes locais: Beco do Amor, Palco Frei Santa Cecília (Praça do Carmo), Palco Mariano Antonio (Praça da Matriz), Espaço D’Época, CIne Trianon, Museu Histórido de Sergipe,Casa do Iphan, Salão de Literatura José Augusto Garcez, Salão de Artes Visuais Vesta Viana, Casa do Folclore, Igreja Nossa Senhora da Vitória (Praça Getúlio Vargas), Centro Cultural Prado Meireles, Museu de Artes Sacra (Praça São Francisco) e cortejos pelas ruas do centro histórico.

Importância
O Fasc conta com o apoio do Governo do Estado através das equipes de Polícia Militar, que garantem a segurança dos participantes, além da presença de equipes do Serviço de Atendimento de Urgência (SAMU).

Para Belivaldo, é motivo de alegria prestigiar a continuidade do Festival e a sua  importância cultural para o estado. “Um evento grandioso e que voltou com muita força desde o ano passado, fruto do empenho do prefeito e de toda sua equipe, que não tem medido esforços para fazer a retomada deste evento, com a força total que foi preciso que se tivesse, proporcionando esse destaque para o estado, para Sergipe. Então, é preciso sim que continuemos parceiros e fortalecendo cada vez mais o Festival de Artes de São Cristóvão”, afirmou o governador.

O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, também falou sobre a importância da retomada do Fasc, após anos de hiato. “O Festival está de volta desde o ano passado, a gente quer, nesse momento, ressaltar que não se faz isso sem parcerias. E neste ano temos a parceria com o Governo, o Banese está aqui, a Polícia Militar, Caixa, UFS e empresas privada, todos parceiros desse festival, que é o maior evento cultural, referência para o estado e para o país. É um esforço sobrehumano que fazemos porque sabemos a importância que o Fasc deixa para o legado da cultura sergipana”, destacou Marcos.

Presenças
Também estiveram presentes no evento, a superintendente executiva da Secult, Conceição Vieira; o deputado federal, Fábio Reis; o deputado federal, João Daniel; a ex-prefeita de Itaporanga, Gracinha Garcez; arcebispo metropolitano, João José Costa; o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli; superintendente da Caixa Econômica Federal em Sergipe, Marcos Queiroz, além dos vereadores de São Cristóvão.

História do Fasc
O Festival de Artes de São Cristóvão foi realizado pela primeira vez em setembro de 1972, representando um espaço de vanguarda e liberdade em meio ao Regime Militar da época. Inicialmente foi criado com o objetivo de ser um evento cívico, mas logo se tornou um importante núcleo cultural no estado de Sergipe.

O Fasc aconteceu de forma ininterruptamente durante 23 anos, até o ano 1995, e depois com algumas interrupções até 2005. Foi retomado no ano de 2017, pela Prefeitura de São Cristóvão, em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) e instituições particulares.
Para conferir a programação completa, clique aqui.

ASN

Foto André Moreira