22/11/18 - 11:00:17

Presidente de associação diz que foi alertado a ter “cuidado com sua vida”

O presidente da Associação dos Camelôs e Feirantes da capital, André Camelo, fez uma grave denuncia na manhã desta quinta-feira (22), ao afirmar que um grupo de empresários que vem explorando espaço público, sem autorização, está tendo um lucro anual de cerca de R$ 13 milhões, com aluguéis dos espaços pertencentes à prefeitura de Aracaju e que após sua denuncia, ele teria sido alertado para ter “cuidado com sua vida”.

Durante entrevista concedida ao radialista Carlos Ferreira no jornal da Xodó, André Camelo informou esses empresários estariam recebendo mais de R$ 34 mil semanais com a realização de 4 das 32 feiras livres existentes na capital, valor esse que seria pelos aluguéis de bancas.

O que chama a atenção é que a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) de Aracaju é responsável pela limpeza dessas áreas após a realização das feiras e com isso, as pessoas que se apresentam como donos das barracas, ficam com o bônus enquanto a PMA com o ônus.

André vai mais além nas denúncias e questiona se o prefeito será afastado por conta do que vem ocorrendo e lembrou o caso de Itabaiana onde o prefeito além de ser afastado, foi preso. “Pagamos de 15 a 20 reais pela utilização de cada banca e recebemos um simples recibo. Fazendo uma analogia com o caso de Itabaiana, me questiono se o prefeito também será afastado, pois os cofres públicos municipais estão sendo lesados”, disse o presidente da associação.

Outra denúncia feita por ele e que requer uma investigação profunda, foi o fato de ele informar que teria ido ao Ministério Público e lá teria sido alertado por uma promotora para ter cuidado com sua vida porque estaria “mexendo com gente grande”.  “Quando cheguei ao Ministério Público, uma promotora me disse para ter muito cuidado com a minha vida, pois estou mexendo com gente grande”, denunciou André Camelo.

Já  o presidente da Emsurb, Luiz Roberto, disse ter conhecimento da situação irregular  que já ocorre há algum tempo e informou não ter sido procurado para discutir sobre o assunto. “Não existe nenhuma regulamentação das feiras livres, mas posso garantir que iremos resolver essa situação”, afirmou.

Com informações da Xodó News

Foto Carlinhos Ferreira