28/11/18 - 14:02:43

Artistas de diversos segmentos da cultura sergipana homenageados

Ritmos diversos da cultura sergipana ecoaram no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) na manhã desta quarta-feira, dia 28,  durante momento de sessão especial de entrega da Comenda Cultura Maria Beatriz Nascimento.  Artistas da música, do cinema, do teatro, poesia, literatura, artes plásticas, cênicas, e da cultura popular foram agraciados com a Comenda Cultural Maria Beatriz Nascimento – é  a primeira vez que comenda é ofertada pela Alese, fruto de iniciativa da deputada estadual do PT, Ana Lula, que teve seu Projeto de Resolução 38/2018, de 29 de agosto de 2018, aprovado por unanimidade.

Cantor Irineu fontes – categoria Música.

Entre  as personalidades sergipanas que contribuíram intelectual e socialmente em defesa da cultura sergipana, total de 46 homenageados, está o cantor e compositor sergipano, Irineu Fontes. Para o artista  que foi agraciado na Categoria Música,  comenda representa reconhecimento.

“Evento marca a valorização das pessoas que trabalham com a  cultura. A cultura  já  é meio discriminada e problemática por  algumas pessoas não  reconhecem a cultura como forma de sustentabilidade para o Estado. Então quando a Assembleia Legislativa  faz uma homenagem como essa, através da deputada  Ana Lúcia, que tende a valorização dessas pessoas, e que elevam o nome da cultura e da música  do Estado é sim de uma grande importância”, ressaltou o cantor, que está á frente do Instituto  Hélvio Dória Maciel Silva (IHDMS), de arte e tecnologia.

Lucas Campelo, rep. Orquestra Sanfônica – categoria Música.

A Orquestra Sanfônica de Sergipe também foi homenageada através de Lucas Campelo, integrante da orquestra desde 2012.  Segundo o musicista,  comenda é um prêmio de reconhecimento à Orquestra Sanfônica. “Estamos atuando na orquestra por 11 anos de serviços prestados à comunidade. É um trabalho que além da parte artística que traz a nossa identidade, formada através da sanfona, zabumba, triângulo e demais instrumentos que trazem essa característica, a orquestra também traz ensinamentos. Dentro da orquestra existe a transmissão de conhecimento. Nossos passos estão dando frutos”, comemorou o artista.

A Companhia e Dança Loucarte, também recebeu comenda na Categoria Dança. Para o cadeirante Luiz Fernando, homenagem é sinônimo de gratidão. “Fazemos dança em cadeiras de rodas. Deputada  está indicando essa comenda em um cenário que dá  vez e voz aos aristas sergipanos”, destacou o homenageado artista.

Com 53 anos de fundada, a  Academia Sergipana de Balé também recebeu a comenda, para a administradora da academia e representante da academia na entrega da comenda, Dorinha Teixeira,  homenagem revela gratidão. “Temos na dança uma experiencia de reagir através  da nossa arte. Hoje nos trabalhamos com especiais também, onde método administrado através do Balé faz renascer e  renovar o ser pleno que está ali dentro, escondidinho”, revela Dorinha, que hoje atua com iniciação de balé para adultos.

Para a escritora Ilma Fontes, comenda é um cenário de grande importância. “Num momento em que a cultura está sendo tratada como um acessório, objeto de adereço, a entrega da comenda maria Beatriz revela um movimento novo, de oxigênio para movimentar todos os setores. Espero que esse momento se torne  perene e ocorra nos  demais anos. A escolha da comenda em menção a Beatriz traz um norte da importância e seriedade. Não é uma medalha que reconhece um intelectual e célebre. Está indicando uma mulher negra, forte, pesquisadora, poeta, historiadora e heroína,  que morreu defendendo uma amiga. Então,  dentro desse empoderamento da  mulher,  de valorização da grande contribuição da mulher negra pra nossa cultura, então a deputada  Ana Lula acertou, e  está dez”, aplaude e comemora.

O cantor, Junior Moriziah, da Banha Reação, revela que comenda valoriza classe cultural. “Temos uma grande luta pela rua para firmar nossa música e cultura. Receber um incentivo desse é muito lisonjeador,  maravilhoso”, reage positivamente o artista sergipano.

Indicados – Foram indicados para receber a Comenda Beatriz Nascimento, ano 2018,  em diversos segmentos:

Categoria  Artes Cênicas:  Tetê Nahas, Ivo Adnil, Rivaldino (Dino), Grupo Raízes, Grupo Raízes Nordestinas (Rafaela), Diane Veloso, Grupo Imbuaça – Lindolfo Amaral, Rita Maia (Grupo Teatro Unbantu Negro), Virgínia Lucia.

Categoria Cinema: Casa Curta SE; Festival Sergipe de Áudio Visual (Sercine) e  a Mostra de Cinema Negro de Sergipe.

Categoria Artes Plásticas : Joubert Morae,  Antônio da Cruz, Elias Santos,     Hortência Barreto.

Categoria Cultura Popular:  Nadir da Mussuca,     Aglaé Fontes.

Categoria Música:  Chico Queiroga e Antônio Rogério (como dupla, Banda D’Baggios -(Gabriel), Samba do Arnesto; Banda Reação; Clube do Chorinho; Orquestra Sanfônica de Sergipe; Lira Carlos Gomes; Filarmônica N. Sra. da Conceição (Itabaiana) Maestro Valtenio e Irineu Fontes.

Categoria Literatura: Chico Dantas (irmão de Ibarê); Geová Carlos;   Vinícius Oliveira, Isabel Santos.

Da categoria Poesia:      Wilton Ojubá (Estância);  Ilma Fontes;  Vera Vilar;  Aglacy Meire

Na Categoria Cineastas:  Everlane Morais; Moema Pascoine Barreto; Ilma Fontes

Na categoria Dança:  Coletivo de Dança Afro Contemporânea;    Cia. Contempodança;  Loucur’Art (Cordeiro);  Academia Passo a Passo e a  Academia Sergipana de Ballet.

Cia de Arte Alese

Ao final do evento,  a deputada Ana Lula, patrona da Comenda Cultural Maria Beatriz Nascimento,  recebeu homenagem da  escritora, Ilma Fontes. Honras também foram tecidas a deputada estadual pelo então presidente da Casa Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo (MDB), que presidiu a mesa da solenidade. “O dom de escrever, de cantar, de falar é algo tão belo, e vocês receberam esse dom. Parabéns a todos os nossos artistas sergipano e também aos nossos artistas do teatro da Alese”, disse Luciano Bispo, encerrou Luciano Bispo a sessão especial de hoje.

Por Stephanie Macêdo

Foto: Jadilson Simões