28/11/18 - 13:36:33

Professor Bittencourt participa da Mostra Cinema e Direitos Humanos

por Acácia Mérici

Na noite de terça-feira, 27, o vereador Professor Bittencourt (PCdoB) participou da solenidade de abertura da 12ª Mostra Cinema e Direitos Humanos em Aracaju, no Museu da Gente Sergipana. A iniciativa é uma realização do Ministério de Direitos Humanos, com produção nacional do Instituto Cultura em Movimento (ICEM), realizada simultaneamente nas 26 capitais do país e no Distrito Federal.

“Esse é um evento muito importante para fortalecer o exercício da solidariedade e o respeito às diversidades através da linguagem cinematográfica. O circuito vem ampliar o debate sobre os direitos humanos, em todas suas vertentes. Tenho a alegria de participar desde o início como debatedor e como espectador. Esse é um tema muito recorrente do dia a dia, por questões óbvias e por defender sempre a pauta das questões raciais. Fico feliz em ver que crianças, estudantes, jovens e toda a sociedade terão acesso aos filmes, reafirmando o verdadeiro sentido do universo dos direitos humanos”, afirmou Bittencourt, que já foi secretário de Estado de Direitos Humanos.

No ano em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos, a Mostra consolida a cultura e a educação em Direitos Humanos, contribuindo para o exercício da solidariedade e do respeito. Até o dia 14 de dezembro, no Museu da Gente Sergipana e no Centro Cultural de Aracaju, o público assistirá gratuitamente aos 40 filmes que abordam temas como memória e verdade, questões de gênero, população negra, população indígena, população LGBTQ+, imigrantes, direito das pessoas com deficiência, direito da criança, direito dos idosos, direito da mulher, direito à saúde, direito à educação, diversidade religiosa e meio ambiente.

O evento é dividido em 4 submostras: Temática, Panorama, Mostrinha (para o público infanto-juvenil) e Homenagem (que celebra a carreira do ator e diretor Milton Gonçalves). As exibições são gratuitas e contam com closed caption com áudio descrição.

“Parabéns à equipe do ICEM e do Ministério dos Direitos Humanos pela grandiosidade do evento. Parabenizo, também, ao produtor cultural Mário Eugênio, pela organização local. Precisamos cada vez mais somar esforços e entender que direitos humanos não é algo que diz respeito a todos nós. Quando tratamos o outro com respeito, a sociedade se respeita e teremos um mundo muito melhor. Precisamos entender os direitos humanos como algo que traz felicidade para as pessoas e que as pessoas enxerguem no outro a extensão da sua própria felicidade”, pontuou Bittencourt.

Foto assessoria