29/11/18 - 07:48:01

Senadora Maria do Carmo apoia iniciativa dos coordenadores do programa IST/Aids

Categoria solicitando apoio para que não haja corte de verbas para ações de prevenção e tratamento da doença

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) anunciou o seu irrestrito apoio à luta dos gerentes e coordenadores estaduais e municipais do Programa IST/Aids, que estiveram reunidos em Brasília para discutir os avanços e investimentos no sistema que tem apontado para relevantes resultados no que diz respeito a Aids e outras doenças infectocontagiosas.

Os profissionais, que querem o apoio da parlamentar para continuar avançando no trabalho, lembraram que os bons resultados só foram possíveis graças ao empenho dos gestores das três esferas.  “Infelizmente, a Aids continua matando, embora já se registre grandes avanços. Nesse momento não podemos nos negar a buscar o envolvimento dos Governos e das Casas Legislativas para que as ações não sofram descontinuidade”, afirmou.

No documento, coordenadores e gerentes ressaltam que os ganhos ocorreram em virtude das medidas de inovação tecnológica para a prevenção, diagnóstico e tratamento, assegurando a sustentabilidade das ações em infeções sexualmente transmissíveis, Aids e hepatites virais no Sistema Único de Saúde. “Farei o que for preciso para que seja garantida a manutenção dos serviços e investimentos de modo que os portadores dessas doenças possam ser assistidos com facilidade e tenham uma vida mais digna”, disse Maria do Carmo, ao destacar o trabalho abnegado do médico Almir Santana, em Sergipe.

Recuo – O boletim epidemiológico de IST/Aids, do Ministério da Saúde, lançado esta semana, aponta que Sergipe contabilizou, entre 2014 e 2017, uma redução de 7,1% nos caos de óbitos desses pacientes, saindo de 4,2 para 3,9 a quantidade de mortes para cada 100 mil habitantes. “Como o próprio doutor Almir falou, um dos fatores para essa queda é exatamente a redução do tempo entre o diagnóstico e o tratamento. Precisamos garantir que isso continue acontecendo e avançando ainda mais”, salientou a senadora democrata.

Fonte e foto assessoria