30/11/18 - 16:19:37

CATADORES DE LARANJA DE 14 MUNICÍPIOS RECEBEM CARTÕES

Durante toda a semana, a caravana do programa Mão Amiga Laranja percorreu 14 municípios sergipanos para realizar a entrega de cartões e novas senhas aos beneficiários trabalhadores da colheita. Para esta edição de 2018/2019, são contemplados 4.380 citricultores (3.678 antigos e 702 novos) de Pedrinhas, Riachão do Dantas, Lagarto, Salgado, Itaporanga D’Ajuda, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Boquim, Arauá, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba.

A estimativa de investimento é de R$ 3.328.800,00 do Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seidh), por meio do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. O benefício corresponde ao valor de R$ 760, pagos em quatro parcelas de R$ 190 durante os meses da entressafra. Na cultura da Laranja, de quando iniciou o programa em 2009 até agora, já foram investidos R$ 30.721.760,00 (já incluindo a primeira parcela que será paga em 2018). A entressafra abrange novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, período que compromete os trabalhos dos catadores e a colheita fica suspensa.

As atividades da semana encerraram nesta sexta-feira, dia 30, em Tomar do Geru, Cristinápolis e Umbaúba. Tomar do Geru foi a primeira parada da caravana do Mão Amiga. No município são 256 beneficiários (sendo 54 novatos) distribuídos nos povoados Bastião, Brejinho, Batista, 27 de abril, Cascavel e Serrote. A primeira parcela do Mão Amiga Laranja em Tomar do Geru totaliza R$ 48.640,00. De 2009 até 2018, foram investidos R$ 1.476.110,00 para 2.142 trabalhadores do município (incluindo esta primeira parcela).

“O Mão Amiga é um programa de distribuição de renda que faz a diferença na vida dos citricultores e contempla as famílias inscritas no CadÚnico para benefícios sociais. Ele agrega a vida do trabalhador rural que tanto sofre com as consequências da estiagem. O Governo do Estado se preocupa com o homem do campo e sabe da importância que este programa tem para todas as famílias que dependem da colheita”, afirmou a secretária de Estado da Inclusão, Mitzy Matos.

Já Cristinápolis, a equipe do DIP/Seidh recepcionou os 215 catadores de laranja (sendo 64 novos beneficiados) que residem nos povoados Manoel Joaquim, Água Branca, Pasto Velho, Taguari, Caixão de Pedra, Paiaia e Cana Brava. A primeira parcela do Mão Amiga Laranja no município totaliza R$ 40.850,00. De 2009 até 2018, foram investidos em Umbaúba R$ 1.885.180,00 para 2.650 trabalhadores (incluindo esta primeira parcela).

Umbaúba foi a última cidade visitada na semana. São 515 beneficiários (com 116 novatos) que atuam nos povoados Matinha, Guararema, Pau Amarelo, Tauá, Queimada Grande, Macaquinho, Palmeirinha, Estiva, Campinhos, Sol Nascente, Bela Vista. A primeira parcela totaliza R$ 97.850,00. De 2009 até 2018 já foram investidos em Umbaúba R$ 2.561.580,00 para 3.771 trabalhadores.

Para o trabalhador rural José Messias, o Mão Amiga é um grande auxílio para a família. “Quando não é época de colheita, temos prejuízos. É com esse dinheiro que compro o gás e alimentos, e pago energia. Que bom que temos o Mão Amiga”,  disse.

O programa Mão Amiga foi criado em 2009 pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), em parceria com a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Sindicato dos Trabalhadores Rurais e secretarias municipais de Assistência Social.  De acordo com Maria Auta Arnoldo, técnica do DIP/Seidh, os trabalhos ocorreram em plenitude durante a semana.

“As pessoas que estão pela primeira vez no Mão Amiga levaram documento original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência para fazer abertura de conta no Banese e recebimento de senha e cartão. Os trabalhadores que estiveram com o cartão vencido e desejavam pegar um novo, foram orientados para ir a qualquer agência do Banese para regularizar a situação e receber um novo cartão gratuitamente. Com o cartão Mão Amiga em mãos será possível sacar as parcelas do programa, seguindo o cronograma previamente divulgado”, explicou.

Fonte e foto assessoria