01/12/18 - 00:01:53

UM PROJETO SOB MEDIDA

DIÓGENES BRAYNER – [email protected]

Tem aliado do governador Belivaldo Chagas (PSD) que ainda não conhece bem o seu estilo. Mesmo aqueles que conviveram com ele desde quando foi vice do ex-governador Marcelo Déda (PT). O seu perfil administrativo será outro desse que está sendo visto agora. Sem querer ser vulgar, Belivaldo é um dos mais “chatos cricris” para cobrar ação, trabalho intenso e resultado. Não é centralizador, mas quer saber de tudo que está acontecendo em segmentos sob sua responsabilidade.

Belivaldo tem se revelado uma pessoa simples, sem protocolo e meio arredio à pompa de um cargo que naturalmente exige isso. Mas deixa ver que não será omisso sobre o que acontece em qualquer setor, por mais simples que seja, de sua administração. Está sendo concluída a primeira parte do seu projeto de Governo. Deve ser tornada pública e enviada à Assembleia na próxima semana. Técnicos trabalharam intensamente para concluí-la, tudo sob observação, orientação e o “aprove-se” do governador.

Não será tão doce como se imagina. Também não tão amarga que não se possa suportar. Está sob medida das necessidades de um Estado viciado, caduco e que precisa de uma renovação em vários dos seus setores, para se aproximar do “levemente moderno”. Terá sinais visíveis “do novo” e em determinados momentos “duro, mas sem perder a ternura”. Nem todos vão gostar e parte pode se sentir prejudicada, mas a sociedade vai aprová-la, porque justa, transparente e cuidadosa.

Depois de analisada e provavelmente aprovada pela Assembleia, a primeira parte da reforma administrativa começará a ser posta em pratica, mais diretamente a partir de primeiro de janeiro. Mas, já a partir do dia 15, virá a formação do Governo, quando os partidos aliados devem indicar nomes para Secretarias e órgãos do segundo escalão. O clima de escolha dos nomes deve ser o melhor possível, mas em alguns momentos dará xabu, porque o critério de escolha passa pela aprovação criteriosa do governador, dentro dos preceitos de competência e, acima de tudo, honestidade.

Não será uma “gracinha” como se pode imaginar, mas espera-se compreensão daqueles que defenderam a bandeira de um Governo novo, avançado e que possa mudar o perfil de um Estado que, há alguns anos, parecia sem um timoneiro.

TELEFONE PARA JUCÁ

O deputado reeleito Zezinho Guimarães (MDB) telefonou para o presidente nacional da legenda, senador Romero Jucá, e disse que iria deixar a sigla e levar alguns prefeitos.

Ouviu de Jucá: “Não faça isso e aguarde mais um pouco”.

SOBRE JANIER MOTA

Zezinho Guimarães também teria dito que se a deputada eleita Janier Mota (PSB) apoiar o Governo na Assembleia, ele continuará com Belivaldo Chagas.

– Ficarei porque ajudei a montar esse projeto, disse.

SOBRE INDICAÇÕES

Conversas sobre indicações de nomes para ocupar cargos no novo Governo continuam nos bastidores. Está certo que partidos da base aliada farão indicações.

Mas todas elas passarão pelo crivo do governador Belivaldo Chagas.

ISSO ESTÁ CERTO

Nenhum partido, por maior influência eleitoral que tenha, vai indicar nomes de forma direta, para satisfazer a interesses políticos de seus líderes.

Têm que comprovar conhecimento do setor e ter competência.

CANDIDATA EM ESTÂNCIA

A vice-prefeita de Estância, Adriana Leite (ainda PRB) será candidata à Prefeitura de sua cidade em 2020 e já estaria conversando discretamente.

Adriana disputa com o prefeito Gilson Andrade (sem partido).

PRECISA DEIXAR MARCA

Um vereador por Estância diz que Gilson vai à reeleição, mas precisa deixar sua marca na administração, “porque vem fazendo apenas o feijão com arroz”.

– Apenas pagar o servidor em dia não é suficiente, disse.

PODE DEIXAR PRB

O ex-prefeito Ivan Leite (PRB), de Estância, a princípio não deixará o partido, mas à frente pode acontecer. Setembro de 2019 serão mês e ano.

Ivan vai se filiar em outra legenda, mas ainda não definiu.

TAMBÉM DEVE DEIXAR

Já Adriana Leite também deve deixar o PRB, mas pode não seguir os mesmos rumos do marido, Ivan Leite, em termos de filiação partidária.

É possível que os dois estejam em siglas diferentes.

COMETEU ALGUNS ERROS

Na avaliação de Ivan, o PRB cometeu erros de avaliação nas eleições deste ano, “o que é compreensível em razão do foco ser a candidatura de Heleno Silva ao Senado”.

Outro equivoco teria sido trocar o Governo pela oposição

AI ENTRA O NOVENTA

Mas há outro problema, o deputado federal eleito Valdevan Noventa (PSC) já bradou que não abre mão de indicar nome para ser candidato à vice em Estância.

Valdevan foi bem votado na região Sul.

VIAGEM DE SENADORES

Segundo a Folha, o Senado gastou R$ 127.229,70 com a viagem de três senadores em fim de mandato: Roberto Requião, Vanessa Graziotin e Antônio Carlos Valadares.

Foram para Coréia do Norte e China entre 20 de novembro a 02 de dezembro.

ENCONTRO COM BOLSONARO

Heleno Silva e Jony Marcos participam terça-feira, em Brasília, do encontro de Jair Bolsonaro com integrantes da bancada do PRB e membros do partido.

Bolsonaro começa a tratar sobre apoio no Congresso.

NÃO MEXEU NA IRMÃ

Prefeita de Itabaiana, Carminha Mendonça, afastou o sobrinho de prefeito Valmir de Francisquinho da chefia de Gabinete e outros auxiliares. Um deles pediu para sair.

Manteve a irmã de Valmir na Secretaria do Desenvolvimento Social.

ABRIR O MATADOURO

Carminha Mendonça, inclusive, tentou abrir o Matadouro de Itabaiana, para evitar pane no fornecimento de carne no município e na região.

Desistiu depois de conversar com o Ministério Público (?).

NÃO SABE O TEMPO

A prefeita de Itabaiana não vai adotar nenhuma outra medida para mudar o quadro da administração municipal, manterá um ritmo acelerado de trabalho.

Diz que não sabe quanto tempo vai se manter na Prefeitura.

MAIS PROBLEMAS

A produção do leite no sertão está em dificuldade. Algumas empresas estão pagando apenas R$ 1,00 pelo litro o que dá imenso prejuízo.

O fim das fabriquetas de derivados de leite também atingiu os produtores.

BLOCO DE OPOSIÇÃO

Senador Eduardo Amorim (PSDB) e o deputado federal André Moura (PSC) continuam amigos, mas não necessariamente aliados políticos.

A eleição de outubro demonstrou que isso foi um equívoco.

PROJETO ATÉ TERÇA-FEIRA

A equipe que elabora o projeto de Governo de Belivaldo Chagas ainda não o concluiu, mas estará pronto na próxima semana e vai para a Assembleia na terça-feira.

Terá alguns pontos polêmicos, mas necessários.

Notas

Alugar vaga de garagem – A vereadora Emília Correa, defensora publica, informa que alugar vaga na garagem, de acordo com o critério previsto no Código Civil: têm preferência os proprietários do prédio, em seguida os inquilinos, e finalmente pessoas estranhas ao condomínio, segundo o Artigo 1338.

0x0

Laércio se sente feliz – O deputado federal reeleito Laércio Oliveira (PP) disse que se sentiu muito feliz ao ver o acender das luzes do Natal Iluminado, no centro de Aracaju, ontem, no final da tarde. Laércio participa do projeto através da Fecomércio e sabe que essa iniciativa, com a Prefeitura de Aracaju, vai movimenta o comércio no centro.

0x0

Sobre meio ambiente – O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), criticou ontem parte da comunidade de ambientalistas, acusando-a de achar que é dona do meio ambiente. Ele também afirmou que a decisão sobre quem será o futuro ministro do Meio Ambiente ainda não foi tomada e há “meia dúzia” de nomes sendo avaliados.

0x0

Aumento do Diesel – Segundo a radialista Magna Santana, o Sindpese, anuncia que a partir deste sábado haverá reajuste de pauta do ICMS no produto S10, que ocasionará um aumento de aproximadamente R$ 0,10 no preço de aquisição. O aumento irá impactar nas bombas a partir do mesmo dia.

0x0

FHC sobre PSDB – Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirma a Veja, que é exagero ligar o governo de Jair Bolsonaro a movimento “fascista” e prega a construção de um “centro radical” para se opor às medidas extremas. FHC declara que, se o PSDB não ocupar esse papel de centro, ele não vê razões para continuar no partido.

0x0

Médicos brasileiros – O Ministério da Saúde informou ontem que mais da metade das vagas preenchidas no Programa Mais Médicos estão em regiões de alta vulnerabilidade e de extrema pobreza. De acordo com balanço, dos 8.366 médicos aptos a se apresentarem aos gestores locais, 53,3% escolheram cidades com maior vulnerabilidade.

Conversando

Apenas saudação – Subtenente Edgard explica que Todo militar tem tendência de cumprimentar as pessoas com uma continência, nada mais é do que uma saudação.

As muriçocas – Ricardo Marques chama atenção da Prefeitura de Aracaju para muitas muriçocas na região do Ponto Novo, Luzia, Médice e proximidades.

Primeira parte – Belivaldo Chagas ainda trabalha na primeira parte do seu projeto de Governo, para mandar à Assembleia na próxima semana.

Nomes postos – A maioria dos municípios começa a tratar de sucessão municipal, inclusive com alguns nomes já postos à sociedade.

Próximo ano – Edvaldo Nogueira já disse, bem anteriormente, que só tratava sobre sucessão municipal no próximo ano. Atualmente “penso em Aracaju”.

Sobre mudanças – A maioria dos deputados eleitos está tratando da formação de seus gabinetes, mas também trata de mudanças de partidos.

Encontro Nacional – Eliane Aquino, Marcio Macedo, Rogério Carvalho e João Daniel participam de encontro nacional da tendência petista que atuam, em Brasília.

Faz curso – O senador eleito Alessandro Vieira passou a semana participando de curso no Senado sobre as atividades parlamentares.

Polícia presente – A polícia está presente diariamente, já há algum tempo, no bairro 13 de Julho. Nota-se que os assaltos reduziram significativamente.