17/12/18 - 07:55:14

Fundat leva orientação para microempreendedores na Feirinha da Gambiarra

Muitas pessoas sonham em iniciar um empreendimento e se consolidar quanto Microempreendedores Individuais (MEIs), mas nem sempre sabem como dar o primeiro passo rumo aos seus objetivos. Por isso, a Fundação Municipal de Formação para o trabalho (Fundat) tem ocupado cada vez mais espaços com o intuito de levar orientações para a população e fomentar o empreendedorismo. Prova disso foi sua participação na 13ª edição da Feirinha da Gambiarra, realizada neste domingo, 16, no Bosque do bairro Inácio Barbosa.

O evento, que tem como objetivo estimular a economia criativa por meio da venda de produtos de diversas marcas locais e regionais, abriu espaço para que a Fundação pudesse ter um ponto fixo para tirar as dúvidas de como se tornar um MEI e solicitar microcréditos para impulsionar a abertura e desenvolvimento dos negócios. A iniciativa visou atender não só os empreendedores presentes, como também a população em geral.

A idealizadora da Feirinha, Isabelle Ribeiro, ressaltou a importância de espaços como este existirem na cidade para estimular a participação da população nas atividades econômicas locais e salientou a pertinência de contar com a presença da Fundat. “A Feirinha começou em 2012 com o intuito de criar um cenário para as marcas criativas daqui, que são muitas e de boa qualidade. A ideia de fazer a parceria com a Fundat tem tudo a ver, a gente movimenta a mesma cena, com pequenos empreendedores, que são pessoas que estão procurando fazer seu próprio negócio. A parceria só tem a se fortalecer daqui pra frente”, contou.

De acordo com a coordenadora da Coordenadoria de Grupos de Produção e Unidades Produtivas (Cogpro) da Fundat, Trícia Dantas, a formalização é benéfica não só para o MEI que passa a ter mais direitos assegurados, mas também para a diminuição dos índices de desemprego na capital. “Tivemos uma pessoa volante que circulou todos os estandes pra falar sobre a formalização e pegar os dados básicos, como nome e telefone, para posteriormente realizar a formalização. A gente faz o possível para divulgar cada vez mais o serviço e ajudar os empreendedores a se legalizarem”, afirmou.

Perspectivas

Géssica Fernandes é proprietária do Nu Pote, no qual comercializa bolos com recheio em potes. Para ela, a busca da Fundat pela aproximação com a população é de grande valia, e enfatizou que a formalização do seu negócio é só o início de uma trajetória de sucesso. “Achei muito boa a presença da Fundat no evento, porque muita gente não conhece os serviços, e isso pode desenvolver ainda mais o empreendedorismo dentro da pessoa, mostrar que existe a possibilidade de aumentar seu negócio. Temos pouco tempo de atuação, mas já estamos colocando tudo em prática. Temos nosso plano de negócio e aos poucos esperamos chegar aonde queremos. Normalmente vendemos através de delivery ou encomendas, mas espero que a Nu Pote vire uma franquia”, disse.

Fonte e foto assessoria