18/12/18 - 00:01:00

FÁBIO REIS COMO SECRETÁRIO?

DIÓGENES BRAYNER – [email protected]

Especulações em torno da formação do secretariado de Belivaldo Chagas (PSD) andam soltas. E é hora desse zum-zum-zum em torno da nova equipe que estará à frente da administração estadual a partir de janeiro. Ontem o radialista André Barros anunciou, via WhatsApp, que o deputado federal reeleito Fábio Reis (PSD) ocuparia uma Pasta no Governo, para que o primeiro suplente Marcio Macedo (PT) assumisse o mandato.

Parecia uma construção desengonçada, mas terminou por deixar muita gente de orelhas em pé. Consultado sobre a possibilidade de trocar a Câmara Federal por uma das pastas no novo Governo, Fábio Reis declarou que não “houve nenhuma conversa sobre o isso com Belivaldo Chagas, mas avisou que caso haja o convite pode aceitar”. Acrescentou que é um “soldado deste grupo e não teria nenhum problema de ocupar um cargo”.

O ex-deputado federal Jerônimo Reis (MDB), pai de Fábio, consultado antes de o filho ser ouvido, surpreendeu-se: “não estou sabendo de nada e sequer houve alguma conversa, mas pode dizer que a gente não aceita”. Jerônimo admitiu que um mandato parlamentar somado a provável Presidência do MDB em Sergipe, dará maior protagonismo a Fábio em Brasília.

Mas faz sentido a especulação. É que tudo isso está sendo bolado pelo ex-deputado Sérgio Reis, que teve conversa com Márcio Macedo e com Fábio Reis. Marcio se empolgou e já teria levado a possibilidade ao governador Belivaldo Chagas, que não tratou do assunto em nenhum momento.

Aí cabe a pergunta: “quê Secretaria caberia um deputado federal reeleito do porte de Fábio Reis, que tem bom trânsito em Brasília?”

Também existe um fator que pode ser impeditivo: as divergências entre a família Reis, que comanda grupo político em Lagarto, com o Partido dos Trabalhadores, apoiado por seus adversários ferrenhos no município. Talvez tenha sido isso que provocou a reação imediata do ex-deputado federal Jerônimo Reis, pais de Fábio e de Sergio.

ELIANE E POLÍTICAS PÚBLICAS

Ao ser diplomada, a vice-governadora eleita Eliane Aquino diz que vai trabalhar para fortalecer políticas públicas em todo o Estado.

Eliane pretende montar um núcleo que trate das políticas públicas sociais.

JOÃO DANIEL E O ‘L’

Depois de diplomados, Rogério Carvalho, Eliane Aquino e Deputado João Daniel (todos do PT) tiraram fotos ao lado de Belivaldo Chagas (PSD).

Só João Daniel fez o ‘L’, de Lula, com o polegar e o indicador.

POSIÇÃO DO PSD NO BRASIL

Deputado Fábio Mitidieri (PSD) diz que seu partido terá posição de independência e vai aguardar o começo do novo Governo para se posicionar.

– Votaremos conforme nossa consciência, como fizemos em todo o mandato, diz.

JÁ A POSIÇÃO EM SERGIPE

Segundo ainda Mitidieri, em Sergipe o PSD vai fortalecer o Governo de Belivaldo Chagas, buscando recursos e ajudando na intermediação com o Governo Federal.

Claro, o próprio Belivaldo é do PSD.

CASO VALDEVAN

O advogado que cuidará da parte política do deputado eleito Valdevan Noventa é Fabiano Feitosa. Ele já disse que Valdevan será diplomado até sexta-feira.

Já foi enviado ao TSE mandado de segurança contra decisão do TRE-SE.

DECISÃO DO MINISTRO

Ao não diplomar Valdevan, o TRE não atende decisão do ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, que proferiu assinou liminar para a diplomação.

O ministro acatou pedido de hábeas corpus da advogada Luciana Lócio, ex-ministra do TSE, contratada por Valdevan em Brasília.

EVALDO FAZ DEFESA

Ontem pela manhã o advogado Evaldo Campos fez a defesa oral pela diplomação do deputado eleito Valdevan, mas ninguém se manifestou e decidiu pela não diplomação.

Evaldo será advogado também na área criminal.

TERIA CHORADO

Há informação de que Valdevan Noventa teria chorado ao saber que não seria diplomado ontem, apesar de decisão do ministro Barroso, do Supremo.

Teria ficado animado ao receber a notícia da diplomação, no domingo.

ENTRA EM RECESSO

A Assembleia vota amanhã todas as reformas do Governo. Será aprovada por maioria larga e na quinta-feira será o recesso com boas vindas e despedidas.

O Governo também dará uma parada para o Natal.

CONVERSA SOBRE EQUIPE

Já houve algumas conversas sobre indicações de nomes para ocupar pastas no Governo, mas nada ainda foi batido o martelo. Isso só na primeira semana de janeiro.

As indicações devem obedecer a critérios do novo projeto administrativo.

APELO PARA A PAZ

Alguns aliados do prefeito Gilson Andrade (sem partido) e de Ivan Leite (PRB) torcem para que os dois “fumem o cachimbo da paz”, aproveitando o período natalino.

– Os dois sempre comeram farofa no mesmo prato, lembrou um deles.

PELADA COM BOLSONARO

O deputado federal Jony Marcos (PRB), diplomado primeiro suplente, batia pelada todas as quartas-feiras à noite ao lado do presidente Bolsonaro, em Brasília.

São amigos já há algum tempo, inclusive nas peladas.

PRB ESTÁ EM SILÊNCIO

Jony Marcos é quem assume a vaga de Valdevan Noventa, em caso dele ter registro cassado, mas até o momento o PRB não fala nada sobre o assunto.

Embora ninguém esteja indiferente a essa possibilidade.

SÓ NO PRÓXIMO ANO

Advogado Evânio Moura disse que ficará para o início do próximo ano o julgamento colegiado do agravo impetrado por ele em favor do prefeito Valmir de Francisquinho.

Requer o retorno dele ao cargo em Itabaiana.

CARMINHA ATUANDO

Em Itabaiana, aliados da prefeita em exercício Carminha Mendonça, têm certeza de que ela vai concluir o mandato e a maioria acredita que Valmir não retorna.

É provável que Carminha também creia nisso. Ela faz mobilização na equipe.

GILMAR À PREFEITURA

O radialista Gilmar Carvalho tentaria três prefeituras: São Cristóvão, Socorro ou Barra dos Coqueiros, mas foi convocado a disputar a de Aracaju e topou.

Se Gilmar não topasse, o nome seria o da vereadora Emília Corrêa.

EMÍLIA MANTÉM POSIÇÃO

Mesmo assim, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) não abandona a ideia de disputar o mandato de prefeita em 2020 e forma um bloco para isso.

Emília teve boa votação para deputada estadual.

QUASE NÃO EXISTE

Segundo um dos vereadores, a oposição está praticamente inexistente na Câmara, porque os parlamentares não falam a mesma linguagem e andam às turras.

O cabo Didi, que assume o lugar de Kitti Lima (Rede) já é situação.

Notas

Esperando no MDB – Logo após o deputado reeleito Luciano Pimentel (PSB) ter recebido o diploma, ontem, no Teatro Atheneu, recebeu um abraço do ex-governador Jackson Barreto (MDB) logo já na descida das escada. JB não perdeu tempo: “estamos lhe esperando no MDB”. Luciano também o abraçou e saiu sorrindo.

0x0

Zezinho e o gesto – O deputado estadual eleito, Zezinho Sobral (Podemos) logo após ser diplomado, disse: “essa vitória é do povo de Sergipe! Obrigado a todos que estiveram e estão comigo nessa caminhada! O mandato será feito com a participação de todos vocês!” Recebeu muitos aplausos pelo gesto.

0x0

Passe livre aéreo para idosos – Segundo informa a vereadora Emília Corrêa (Patriota), O Ministério Público Federal (MPF) pede que a União implemente, em 30 dias, e com abrangência nacional, sistema de passe livre aéreo para as pessoas com deficiência e para idosos, comprovadamente carentes.

0x0

Salários públicos crescem – Segundo Valor salários médios do funcionalismo público subiram de duas a três vezes mais em termos reais que a remuneração do restante da sociedade, de 1999 a 2017, mostra levantamento da consultoria Idados, realizado a partir da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho.
0x0

Analisa reservas de potássio – Junto aos futuros ministros de Minas e Energia e Agricultura, Bolsonaro está analisando o potencial de exploração de reservas de potássio, cálcio e magnésio em regiões do país. Hoje, mesmo com as maiores reservas, dependemos de matéria-prima importada para produzir fertilizantes.
0x0

Muita vergonha bicho – De Vinícius Sacramento: Dá muita vergonha, bicho. A cidade inteira de Abadiânia sabia dos abusos, a imprensa internacional sabia e repercutiu meses antes, só a imprensa brasileira “não sabia” que o líder espírita era milionário e abusador de centenas de mulheres, durante décadas.

Conversando

Eleitos no pleito – O Teatro Atheneu lotou para assistir a solenidade de diplomação dos eleitos no pleito de outubro deste ano.

Suplente aplaudido – Um dos suplentes de deputado federal mais aplaudidos, ao receber o diploma, foi o vereador de Ittabaiana Vado da Loteca.

Carlos Ayres Britto – A indignação é um carro que não pode ter freios. O da amargura é que não pode ter acelerador, senão a gente capota com ela.

Fazer mudança – Última semana de sessões plenárias na Câmara Federal. Os deputados que não foram reeleitos recebem R$ 34 mil para fazer a mudança.

Liberar recursos – O deputado federal André Moura ainda está tentando liberar novos recursos para alguns municípios de Sergipe.

Fim do mandato – Alguns prefeitos do interior preocupados com o fim do mandato de André Moura, em razão da liberação de recursos para os municípios.

Projeto ousado – Belivaldo Chagas preocupado em fechar o ano sem atropelos nas contas e recomeçar o novo governo com projeto ousado na área financeira.

Trabalho anima – Advogado Evaldo Campos animado com o trabalho de defesa do deputado federal eleito Valdevan Noventa.

Bloco de oposição – Valadares Filho (PSB), logo após as festas de final de ano, vai iniciar contatos para a formação de um bloco de oposição.