18/12/18 - 07:43:13

Pisando em ovos

Além da delicada tarefa de montar o novo secretariado sem desagradar muita gente, o governador reeleito Belivaldo Chagas (PSD) ainda está tendo que pisar em ovos para não contrariar a base aliada na Assembleia. É que pelo menos três deputados governistas querem presidir o Legislativo a partir de fevereiro: Luciano Bispo, Garibalde Mendonça – ambos do MDB – e Jeferson Andrade (PSD).  Atual presidente da Assembleia, Luciano só não se manterá no cargo em, 2019 se a Justiça cassar em definitivo seu novo mandato. Caso ocorra o impedimento legal de Bispo, Garibalde passa a ser o favorito. Jeferson, contudo, corre por fora e tem lá suas cartas na manga. Além de ser do mesmo partido do governador, o jovem parlamentar é herdeiro político do tarimbado ex-deputado e atual presidente do Tribunal de Contas de Sergipe, Ulices Andrade. Tai uma equação complicada para quem, como Belivaldo, já queima as pestanas para concluir a escolha do novo secretariado sem melindrar muito a sua ampla base aliada. Aff Maria!

Ilustre desconhecido

Você, que mora em Aracaju há tanto tempo, sabe quem é Leandro Cruz? É o mais novo cidadão aracajuano. O dito cujo vem a ser ministro do Esporte deste governo temerário. E o que o gajo fez para receber esta honraria da Câmara de Vereadores? Liberou uma ninharia – dinheiro do contribuinte – para ajudar a bancar a Corrida Cidade de Aracaju. Também, depois que o urubu foi contemplado com o título de cidadão aracajuano, gatos e cachorros passaram a ter direito à desprestigiada honraria. Cruzes!

Trabalha duro

A mulher trabalha 5,4 anos a mais do que o homem ao longo de cerca de 30 anos de vida laboral. Segundo simulação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o trabalho extra é resultado dos afazeres domésticos. Nesse período de aproximadamente 30 anos, as mulheres somam, em média, 22,4 anos de contribuição para a Previdência. Um total de 44,4% das mulheres às quais foram concedidas aposentadorias em 2017 atingiram até 20 anos de contribuição. Danou-se!

Sem diploma

Preso no Cadeião de Estância por ter coagido testemunhas, o deputado federal eleito Valdevan Noventa (PSC) não recebeu, ontem, o diploma da Justiça Eleitoral. Tirando este senão, a festa de diplomação dos eleitos foi supimpa. Receberam o documento, que garantirá a posse, o governador reeleito Belivaldo Chagas (PSD), a futura vice-governadora Eliane Aquino (PT), os dois senadores, sete deputados federais e 24 estaduais. Dos suplentes, apenas Elber Batalha (PSB), Jony Marcos (PRB) e Venâncio Fonseca (PSC) não apareceram no Teatro Atheneu para receber os diplomas. Marminino!

Troca de postos

A depender do governador Belivaldo Chagas (PSD), o suplente Márcio Macedo (PT) assume logo, logo uma cadeira na Câmara Federal. A ideia do pessedista é nomear o deputado federal Fábio Reis (MDB) como chefe do Escritório de Sergipe em Brasília. Para empolgar o emedebista, o cargo ganhou o pomposo nome de Secretaria de Assuntos Institucionais e Captação de Recursos. O próprio Fábio Reis confirmou ao Jornal da Cidade que foi consultado pelo governador sobre a hipótese de abrir vaga na Câmara para o petista. Aguardemos, portanto!

Rei na barriga

E os políticos não se cansam de divulgar balanços positivos dos próprios mandatos. Relacionam uma série de atividades parlamentares – muitas sem qualquer importância – e concluem dizendo que passaram o ano suando a camisa em defesa do povo. Estranho seria se estes políticos admitissem que seus mandatos são medíocres, só beneficiam eles, os familiares e alguns poucos apadrinhados. Só Jesus na causa!

Grana na mão

Os servidores e aposentados da Prefeitura de Aracaju recebem hoje a segunda parte do 13º salário. A primeira parcela, equivalente aos seis primeiros meses, foi paga entre abril e setembro último. Enquanto isso, o funcionalismo estadual ainda não recebeu a sexta parcela do 13º salário. Pior é que, para botar logo a mão nos últimos seis meses do benefício, terá que fazer um empréstimo bancário ou receber em seis módicas prestações. Misericórdia!

Contra o mangue

Em recente evento social de Aracaju, alguns convidados defenderam que o mangue em frente aos edifícios do bairro 13 de Julho deve ser podado porque está impedindo a circulação do ar que vem da costa. Outros foram mais radicais e propuseram o corte puro e simples do frondoso mangue. Felizmente, a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) pensa diferente. A natureza agradece.

Tribunal político

Criado em 1969 para fiscalizar as ações do governo e da Assembleia, o Tribunal de Contas de Sergipe também funciona como biombo político. Para se ter uma ideia, três dos sete conselheiros elegeram filhos e esposo para a Assembleia. Estranho nisso tudo é que ninguém fiscaliza essa estreita e estranha relação do TCE com a política partidária. Homem, vôte!

Bico Seco

Segundo o Instituto “Galináceos de Pesquisa”, a crise econômica é tamanha que, mesmo conhecendo a necessidade etílica dos condenados, a grande maioria dos sergipanos não embriaga mais o peru caipira antes de abatê-lo para a ceia natalina. Será que a deputada estadual eleita Kitty Lima (Rede), fervorosa defensoras dos animais, está sabendo desta crueldade? Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 1º de dezembro de 1932.

Resumo dos Jornais