19/12/18 - 00:01:00

INFELIZMENTE, ESSE É O JOGO

DIÓGENES BRAYNERplenario@faxaju.com.br

Não há nem tanto blá-blá-blá no ar, mas a informação – confirmada – de que o deputado federal eleito Fábio Reis (MDB), provável presidente do partido em Sergipe, topa assumir uma Secretaria no Governo para que o vice-presidente nacional do PT, Marcio Macedo [primeiro suplente], assuma mandato na Câmara Federal agitou bastidores da política e mexeu com algumas posições em Lagarto.

Claro que tudo está na base dos contatos de bastidores e ainda não teria chegado ao governador Belivaldo Chagas (PSD), mas uma pergunta se faz rápida, diante da possibilidade ou não do fato: “qual pasta caberia um parlamentar do porte de Fábio Reis, com bom acesso a ministérios e até ao Planalto?” Falam que ele poderia ocupar o cargo de representante de Sergipe em Brasília, mas a função não tem força tanta quanto à de um parlamentar.

Há um detalhe que fora lembrado por um político sem mandato, mas com uma ampla experiência na questão administrativa: “nenhum Estado pequeno como Sergipe sustenta uma oposição sistemática ao Governo Federal por quatro anos. Além disso, a campanha a governador apoiou Fernando Haddad a presidente da República e agora trocar um deputado do MDB, com bom acesso ao Planalto, pelo vice-presidente do PT na Câmara Federal é chamar para a briga”.

O mesmo político lembrou que o ex-governador João Alves Filho foi um dos únicos a topar uma oposição ao então presidente Lula, na questão da transposição do São Francisco, e “Sergipe sofreu muito com isso, em razão da reação do Planalto à época”. Admitiu que “repetir essa posição em um período tão difícil para os Estados, não se pode fazer uma previsão do que poderá acontecer”, disse.

Nesse momento, o governador Belivaldo Chagas precisa ter gente em Brasília, como o próprio Fábio Reis, que “construa pontes e não barreiras”, para que, de alguma forma, quebre arestas. Essa possibilidade de Fábio Reis ser secretário para Marcio Macedo assumir, precisa ser politicamente repensada para o bem do Estado.

Não há dúvida que Marcio foi e voltaria a ser um bom parlamentar na Câmara Federal, mas se o presidente fosse Fernando Haddad. Não foi possível e, infelizmente, as regras do jogo mudam.

NOTÍCIA TEM REPERCUSSÃO

Repercutiu nos meios políticos a informação de que Fábio Reis (MDB) estaria disposto a ocupar uma Secretaria de Estado, para o suplente Marcio Macedo (PT) assumir.

Pegou de surpresa os meios políticos…

A MAIOR PREOCUPAÇÃO

Uma das preocupações maiores era exatamente saber qual Secretaria caberia um deputado federal do porte de Fábio Reis, cotado para ser presidente regional do MDB.

Mas a informação é que ele toparia assumir o escritório de Sergipe em Brasília.

SÉRGIO É QUE ARTICULA

Segundo adversários dos Reis (em off), quem articula tudo isso é o ex-deputado Sérgio Reis, irmão de Fábio, que quer ver o deputado disputando a Prefeitura de Lagarto.

Objetivo de Sérgio: tentar eleger-se federal em 2022.

UM QUER SE AFASTAR

Mas um líder político de Lagarto avaliou que o município elegeu dois deputados federais, mas um quer se afastar, o que fortalecerá a atuação de Gustinho Ribeiro.

– Caso isso aconteça, Gustinho cresce muito em Lagarto.

UM DETALHE À VISTA

Os Reis indicaram o titular da Seplag, Rosman Pereira dos Santos, ainda no Governo de JB, Rosman é cunhado de Sérgio Reis. Os dois tiveram um desentendimento sério.

Caso Rosman continue, não será por indicação do grupo.

PREOCUPAÇÃO GERAL

Alguns políticos eleitos e reeleitos começam a mostrar preocupação com operações da Polícia Federal em Sergipe, que envolvem compra de votos nas eleições.

A compra de votos garantiu a eleição de parlamentares…

EM FAVOR DE ALESSANDRO

Segundo um deputado federal, o único candidato ao Senado que não pediu voto para ele e ofereceu como segundo opção Alessandro Vieira foi o senador Valadares (PSB).

Os outros acreditavam que Vieira teria pouco voto. Elegeu-se por isso.

MACHADO VÊ DIFICULDADE

O ex-deputado José Carlos Machado acha que o Governo Belivaldo Chagas terá êxito total se cuidar da questão da Previdência, que é o maior problema do Estado.

Acha também que a recuperação da economia dará mais força ao Governo.

ESPERANDO HÁBEAS CORPUS

O advogado Evaldo Campos, que faz a defesa de Valdevan Noventa, disse que vai aguardar o julgamento do Hábeas Corpus pelo TSE.

Caso seja concedido, Valdevan será diplomado e responderá em liberdade.

TRATAR DOS NOVOS PRESOS

Evaldo Campos vai tratar hoje da radialista Karina Liberal e de João Henrique, que são assessores de Valdevan e estão detidos através de prisão preventiva.

Vai pedir a liberdade de Karina porque ela tem três filhos menores.

KARINA PRESA AO DEPOR

A Polícia Federal não encontrou Karina Liberal e ela foi depor ontem, a pedido de Evaldo Campos, mesmo sabendo que seria presa.

Não dava mais para se manter escondida.

SUGERE DEPUTADO JOÃO DANIEL

Jerônimo Reis é abertamente contra que o filho, deputado federal Fábio Reis (MDB), assuma uma Pasta no Governo para ceder a vaga a Márcio Macedo (PT).

– Quem deve fazer isso é o deputado federal João Daniel (PT), sugeriu.

– O PT sempre criticou severamente os Reis em Lagarto, disse Jerônimo.

SEQUER CONVERSA SOBRE ISSO

Jerônimo disse ainda que se Fábio Reis ouvi-lo sequer conversaria com ele sobre esse assunto. Insistiu que o lugar de Fábio é em Brasília, trabalhando por Sergipe.

Disse que Fábio Reis ainda não tratou sobre isso com ele.

VOTA TUDO E ENTRA EM RECESSO

A Assembleia Legislativa entra em recesso hoje, depois de votar todos os projetos enviados pelo Governo. Alguns deputados não vão votar em aumento de impostos.

Depois da sessão, os parlamentares vão se confraternizar.

DESPEDIDAS NA ALESE

A sessão de hoje também representa a despedida em plenário de alguns deputados que não retornam mais à Assembleia Legislativa, porque não foram reeleitos.

Mesmo que o mandato só termine em fevereiro.

POSSE DE BELIVALDO

A partir da próxima semana já se trabalha a posse de Belivaldo Chagas (PSD) para mais um período de Governo, agora de quatro anos.

Já a partir de quarta-feira, dia 2, as primeiras ações serão adotadas.

AUXÍLIO MORADIA

O CNJ aprovou ontem regras mais rígidas para pagamento do auxílio-moradia para magistrados, que poderá ser de até R$ 4.377,73, com previsão de reajuste anual.

A resolução entra em vigor em 1º de janeiro de 2019.

PARA QUEM RESIDIR FORA

O valor só será repassado a magistrados que forem atuar fora da comarca de origem, que não tenham casa própria no novo local, nem residência oficial à disposição.

O pagamento se dará exclusivamente para ressarcimento de despesas.

Notas

Fora de atividades insalubres – Senado aprovou ontem projeto de lei que determina afastamento de gestantes e lactantes de atividades insalubres enquanto durar a gravidez ou período de amamentação sem ser preciso apresentar atestado. Cabe ao empregador pagar adicional de insalubridade para a trabalhadora afastada.

0x0

Construtora devolve R$ 1,49 bi – A AGU e a CGU assinaram ontem acordo de leniência com a Andrade Gutierrez. Envolvida no esquema de fraudes em licitações da Petrobras e pagamento de propinas a agentes públicos, a construtora assumiu o compromisso de pagar R$ 1,49 bilhão aos cofres públicos

0x0

Consumidor cobre subsídio – Os consumidores de energia elétrica terão que pagar R$ 17,187 bilhões para cobrir o custo dos subsídios do setor elétrico em 2019. O valor foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Anael) ontem. Os recursos serão destinados para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

0x0

Meter a faca no Sistema S – Segundo a revista Valor, em plena sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou ontem que pretende “meter a faca no Sistema S“, conjunto de entidades empresariais do qual faz parte a própria Firjan.

0x0

Reforma da Previdência – Segundo o jornal da Band, uma proposta de reforma da Previdência que não afetaria atuais trabalhadores e aposentados foi encaminhada para a equipe de transição. O documento foi elaborado pela Fundação de Pesquisas Econômicas ligada à USP com apoio de entidades ligadas à Previdência Privada.

0x0

Queda nos estudos – Dos 3,2 milhões de brasileiros com 19 anos, dois milhões concluíram o ensino médio, o que representa 63,5% do total, segundo levantamento do movimento Todos Pela Educação. Do total que não concluiu o ensino médio, 62% não estão mais na escola e, desses jovens, 55% pararam de estudar no ensino fundamental.

Conversando

Não faz nada – Clóvis Silveira diz que pessoas que nunca realizaram nada de interesse do povo, são as que mais se julgam habilitadas a depreciar e achincalhar quem faz!

Meio Ambiente – O deputado estadual eleito Iran Barbosa (PT) é favorável à manutenção da Secretaria do Meio Ambiente no Estado.

Venâncio conclui – A longa caminhada do deputado Venâncio Fonseca termina praticamente hoje, no legislativo, onde sempre se destacou como parlamentar.

Ana Lúcia – Quem também deixa a Assembleia, depois de vários mandatos, é Ana Lúcia (PT). Ela não disputou as eleições e esteve sempre em embates aguerridos.

Momento certo – Luciano Pimentel deve deixar o PSB mas sem precipitação. Só o fará no momento adequado para não ter problemas.

Com a família – O governador Belivaldo Chagas vai passar o Natal em Simão Dias com a família e amigos, mas retorna na quarta-feira.

Está com receio – Um prefeito do interior está com receio de não continuar à frente da administração já na primeira semana de janeiro.

Não tem hora – A sessão de hoje na Assembleia Legislativa, última do ano, tem hora para começar (9:30 horas) mas não tem para terminar.

Iluminar mente – Subtenente Edgar espera que o caso João de Deus, ilumine mais a mente das pessoas. Jesus disse “ninguém irá ao pai, senão por mim”.