19/12/18 - 07:48:02

Palestra mobiliza colaboradores do Banese para coleta externa de sangue

Objetivo foi conscientizar sobre a importância da doação de sangue através da informação

Conscientizar sobre a importância da doação de sangue através da informação. Foi esse o intuito das palestras setorizadas nesta terça-feira, 18, ministradas pela equipe de profissionais da Gerência de Captação de Doadores do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), no Centro Administrativo Banese (CAB). A atividade teve como objetivo mobilizar e sensibilizar os colaboradores para coleta externa de sangue que será realizada na Caixa de Assistência dos Empregados do Banese (Casse) na próxima quinta-feira, 21.

Na ocasião, a assistente social e gerente de Captação do Hemose, Josceline Souza, prestou orientações relativas aos critérios para doar sangue e aderir ao cadastro de medula óssea. Ela esclareceu que o voluntário inicia os procedimentos do ciclo do doador no setor de cadastro onde são prestadas informações pessoais. Em seguida. vem a pré-triagem, nesse serviço, o voluntário passa por verificação dos sinais vitais, medição da pressão arterial, altura, peso e faz um teste do hematócrito, que mede o nível de ferro no sangue.

Já na etapa da entrevista clínica, realizada por um profissional do Hemocentro, o cidadão responde um questionário  sobre informações de hábitos de saúde. “Esse é um procedimento padrão realizado em todos os hemocentros do Brasil para avaliar se o indivíduo está apto a doação. Todo o processo é finalizado quando a pessoa é liberada para fazer a doação de uma bolsa com no máximo 450 ml de sangue”, detalhou  Josceline.

Em relação ao cadastro para doador de medula óssea, são necessários alguns critérios como estar bem de saúde, ter entre 18 e 55 anos e não ter doenças infecciosas. O voluntário deve preencher um formulário com dados pessoais.  Em poucos minutos é retirada apenas uma amostra com 4 ml de sangue. Esse material é encaminhado para um laboratório referenciado pelo Ministério da Saúde (MS), responsável pela realização de Testes de Histocompatibilidade (HLA).

“Essas são análises estudam as características genéticas desse possível doador de medula”, relatou a gerente de Captação do Hemose. As informações do candidato são encaminhadas para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e cruzadas com informações de outro banco de dados, o Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). Mais detalhes sobre os serviços através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.