28/12/18 - 10:20:35

Professora de Aracaju cria campanha de trânsito que incentiva alunos desenvolver projetos

Por Cristiano Carlos

O Centro de Educação do Ensino Fundamental e Médio do SESI, Jair Meneguelli, em Aracaju, foi destaque nacional, em 2018, por ter colocado em prática um projeto pedagógico inovador que incentivou os alunos da instituição a conhecer as normas de Segurança no Trânsito, com atividades práticas e integradas as disciplinas do curriculum escolar.

 

A ideia era mobilizar a escola entorno da segurança, na prevenção de acidentes e no estudo das regras de trânsito e, assim, contribuir para a formação de motoristas e pedestres responsáveis. No entanto, a atividade, que a princípio seria desenvolvida no modelo de uma campanha de orientação, tornou-se motivo para o estudo de áreas do conhecimento e incentivo para a realização de projetos de física, robótica e artes, de forma integrada e prática.

“O importante é a física no trânsito. Onde é que entra os conceitos a física no trânsito. É o aluno fazer a relação entre qual a importância dos equipamentos de segurança na física, no trânsito. Então, eles trabalham a questão da construção de protótipos de robôs. Eles também trabalham a arte fazendo simulação de alguma situação do cotidiano, por meio de peças teatrais. Eles têm uma missão: passar a informação”, explica a professora e coordenadora do projeto Segurança no Trânsito, do SESI Jair Meneguelli, Keise Martins.

Educação STEAM

A pedagogia aplicada no projeto Segurança no Trânsito, do SESI de Aracaju, da professora Keise Martins, é resultado da política de educação baseada na realização de programas educacionais integrados, método comum da Educação STEAM, sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática, que incentiva os estudantes a praticar as teorias dos livros de forma criativa e lúdica.

A metodologia surgiu nos Estados Unidos para instigar os estudantes a pensar em soluções de problemas práticos, de forma criativa, com uso das novas tecnologias e da internet. O modelo de Educação STEAM já está sendo utilizado nas escolas do SESI.

“Busco uma maneira diferente para poder os conceitos, aquelas formas de física no movimento variado, a questão da dinâmica, puxar para o dia a dia do aluno, em uma maneira diferente, lúdica, de aprender a física por meio da robótica. Aprender brincando”, conta Keise Martins.

Encontro Nacional da Rede SESI

O projeto coordenado pela professora Keise Martins foi destaque no 3º Encontro Nacional do Sistema Estruturado de Ensino da Rede SESI, realizado em novembro, em Brasília. O encontro reuniu 20 projetos e experiências bem-sucedidas desenvolvidas pelo modelo de Educação STEAM, em todo país.

Os selecionados se destacaram porque conseguiram engajar os alunos do SESI nos projetos propostos em sala de aula e, ao mesmo tempo, contribuíram para melhorar o desempenho individual dos estudantes nas disciplinas.

“Os alunos se prepararam, por exemplo, dentro de todos os conceitos de física, cinemática, mecânica, movimentos, movimento retilíneo uniforme, ou seja, toda essa parte de conceito, que às vezes são complexos para a gente poder administrar como professor dentro de sala de aula, e eles trouxeram na prática esse conhecimento e melhoraram muito na aprendizagem. Então, isso para nós é o mais importante”, ressalta o Gerente Executivo do SESI, Sérgio Gotti.

Em Sergipe, a Rede SESI de Educação conta com três escolas e três núcleos, em Aracaju, e duas escolas em Estância. As instituições são de educação básica regular para crianças e adolescentes, com educação infantil, ensino fundamental, ensino médio regular e articulado em parceria com o SENAI.

Fonte e foto Agencia do Rádio Mais