01/01/19 - 15:45:59

Governador Belivaldo Chagas diz que “2019 será um ano extremamente difícil”

A partir desta segunda-feira, 01 de dezembro, tem inicio uma nova gestão e pelos próximos quatro anos, Belivaldo Chagas (PSD) e Eliane Aquino (PT) governarão Sergipe pelos próximos quatro anos.

Eleitos com 679.051 votos, maior votação registrada em segundo turno em pleitos eleitorais no estado, Belivaldo assume a gestão com o desafio de equilibrar contas públicas e fomentar a economia.

Em entrevista coletiva que concedeu na tarde desta segunda-feira (01) na Assembleia Legislativa, Belivaldo afirmou que “agora estamos no momento de começar a trabalhar. O maior patrimônio da minha vida é a credibilidade, a honra que preservo do meu nome. Não terei tolerância com o favorecimento, o descuido, a irresponsabilidade ou com ilicitudes de qualquer natureza”, disse.

Belivaldo afirmou ainda que quando se encerra um governo, “vamos vendo os problemas que teremos que enfrentar. 2019 será um ano extremamente difícil onde a previdência tem um déficit de quinhentos milhões e por esse motivo, embora não queria no inicio, vamos antecipar 250 milhões que irão para a previdência”, informou.

Ainda durante sua fala aos jornalistas, o governador disse que o seu governo terá transparência e que “a caixa preta vai estar aberta. Quero dizer que vamos rever todos os contratos e vamos usar de muita criatividade para equilibrar as finanças”, anunciou.

O governador fez ainda uma outra revelação ao informar que do orçamento da secretaria de comunicação do estado, 50% serão cortados para que seja aplicado na saúde pública.

Belivaldo Chagas concluiu sua conversa com os jornalistas, antes da posse na Alese, afirmando que “o Brasil não está bem, Sergipe da mesma forma e sobre o nosso povo recaem os efeitos dramáticos de uma crise econômica e social já indo além dos cinco anos. No clima mais adverso talvez já vivido pelo nosso povo, houve a compreensão de que Sergipe deveria seguir o rumo que era anunciado e assim me foi conferida a tão grave quanto honrosa tarefa de permanecer governando uma gente sofrida, todavia, capaz de fazer escolhas livres da pressão das circunstancias e isso desde o resultado do segundo turno em outubro, me transforma no mais inquieto, ansioso, preocupado e também no mais sonhador dos sergipanos”.

Belivaldo concluiu dizendo que “de olho no futuro e os pés firmes sobre o chão do presente, onde teremos de oferecer mais segurança, mais saúde, mais educação, calendário fixo e seguro para o pagamento dos servidores públicos e estimular a economia”.

Munir Darrage