03/01/19 - 07:06:29

Balanço do Hemose registra 25.041 doações de sangue durante 2018

Todo o sangue coletado e fracionado na unidade é direcionado para o atendimento da demanda transfusional na rede hospitalar do Estado

De janeiro a dezembro de 2018, o serviço de doação de sangue do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) contabilizou 25.041 coletas. De acordo com dados do setor, o mês de dezembro encerrou com 2.512 atendimentos e 1.873 doações efetivadas. Todo o sangue coletado e fracionado na unidade é direcionado para o atendimento da demanda transfusional na rede hospitalar do Estado.

Conforme a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Josceline Souza, o sentimento de solidariedade e de apoio aos pedidos de doação feito por familiares de pacientes nas redes sociais estimularam o ato de doar. “Neste ano de 2018, tivemos um bom índice de comparecimentos ao serviço, mas a atenção continua, pois temos que coletar a bolsa de sangue total e processar em hemácias e plaquetas. Por isso que o compromisso do doador regular é essencial para a manutenção dos estoques”, ressalta.

Segundo a profissional, o serviço também conta com outro importante aliado no processo de doação, que são os grupos fidelizados, que mensalmente organizam caravanas com 30 a 50 participantes e colaboram com a causa. “Seguindo o exemplo de anos anteriores, em 2018 também recebemos a proposta para realização de campanhas de várias instituições de ensino superior e técnico profissionalizante, além dos militares, da Marinha, Exército e Aeronáutica, escolas de Ensino Médio, congregações religiosas, além de associações que desenvolvem projetos sociais, como o incentivo a doação de sangue”, salienta Souza.

Outro aspecto relevante para o serviço, é a adesão de estudantes que começam a ser doadores estimulados por professores ou atividades extra classe. “Esse é um movimento positivo porque demonstra o envolvimento de adolescentes e jovens que através de uma ação da extra escola se interessa em ajudar, doando ou ainda compartilhando com outros grupos sociais e seus familiares a importância do ato da doação”, destaca a gerente de captação.

Fidelização

O grande desafio do serviço está na fidelização de doadores, ou seja, o cidadão que doa cumprindo os intervalos orientados pela legislação, nesse caso o homem pode doar a cada três meses e a mulher, a cada quatro meses. “O público com faixa etária de 18 a 25 anos, representa o futuro da manutenção dos estoques de sangues do hemocentro. A idade limite para doar é até 69 anos, por isso é importante buscar a fidelização de jovens, para que eles possam continuar doando com frequência”, acrescenta a gerente de Coleta, enfermeira Florita Aquino.

Critérios

Para se tornar um doador de sangue é necessário estar bem de saúde, ter entre 16 a 69 anos de idade, pesar a partir de 50 quilos e no ato do cadastro apresentar documento oficial, com foto, válido em todo território nacional, pode ser carteira de identidade, carteira de trabalho e carteira de motorista, entre outros. A coleta de sangue funciona diariamente de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. Mais informações sobre os serviços através dos telefones: (79)3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte e foto SES