04/01/19 - 09:31:04

O que fazer quando a empresa produz grande quantidade de resíduos?

As empresas que produzem resíduos são responsáveis por eles. É isso o que diz a Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada em 2010. Seja fornecedor, produtor ou comerciante, todos devem estar atentos para reduzir o consumo e fazer a destinação correta. O não cumprimento dessas regras podem ocasionar multas.

Para as empresas que geram grande quantidade de resíduos, há dois tipos de soluções: a doação desses materiais para locais de reciclagem e a venda. Isso mesmo, atualmente, é possível vender os resíduos e retornar parte do investimento gasto. Entenda como funciona!

Logística reversa

A logística reversa é uma ótima alternativa sustentável por duas razões principais. A empresa que vende o resíduo, na verdade, está beneficiando outra empresa que pode estar precisando dele. Além disso, no que diz respeito exclusivamente ao meio ambiente, essa cadeia permite que um material seja reaproveitado e reciclado.

O mundo todo tem um grande potencial nesse sentido, apesar de poucos ainda investirem nele. Segundo dados da Organização das Nações Unidas, anualmente 145 mil toneladas são descartadas incorretamente na América Latina e no Caribe — o equivalente ao lixo produzido por 170 milhões de pessoas.

Os países dessa localidade aumentaram a expansão da coleta. No entanto, todos os dias, eles deixam de coletar 35 mil toneladas. E o que é pior: apenas 10% dos resíduos coletados são reaproveitados ou reciclados.

Desse modo, é perceptível a importância de se investir em maneiras de tornar a cadeia produtiva mais sustentável. Consumir menos, reaproveitar e reciclar mais são os segredos (e desafios) para a economia do futuro.

Como descartar corretamente

Atualmente, os empreendedores não precisam ir muito longe para encontrar pontos de coletas de resíduos. No caso de grandes quantidades de materiais, é aconselhável fazer a negociação antes mesmo de sair com o resíduo.

Existem plataformas que permitem a aproximação dos vendedores e compradores de resíduos para fazer a logística reversa, como o VG Resíduos. Essa ferramenta funciona de maneira similar aos aplicativos do celular, como o Uber. Ou seja, os interessados fazem um breve cadastro e buscam o que desejam, seja comprar ou vender resíduo.

Ao fazer a busca, eles encontram parceiros com quem trocar o resíduo. No caso das empresas que precisam destinar uma grande quantidade de lixo, a venda pode ser uma excelente forma de gerar receita.

Dessa forma, além de ajudar o meio ambiente, os empreendedores também contribuem com as próprias contas do negócio. Cabe notar que a logística reversa é uma saída ainda para cumprir as regras propostas pela política de resíduos sólidos.

Por Aline Matos

Foto assessoria