07/01/19 - 05:39:12

PMA garante continuidade dos atendimentos emergenciais em Aracaju

Após a reunião do corpo diretivo da Saúde de Aracaju, ocorrida na noite do último sábado, 05, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) seguiu a decisão de manter as atividades na Rede de Urgência e Emergência (Reue), fazendo as devidas adequações para garantir que os casos mais graves recebessem atendimento. A medida busca minimizar os impactos causados para a população da Capital, em detrimento da interdição ética decretada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).

A fim de otimizar os atendimentos na Rede de Urgência e Emergência de Aracaju, a SMS remanejou os profissionais médicos do Fernando Franco (Zona Sul) para o Nestor Piva (Zona Norte).

“Fizemos um trabalho de reorganização dos atendimentos no sábado [05]. Estabilizamos e liberamos alguns pacientes que estavam internados no Zona Sul e transferimos aqueles que necessitavam permanecer internados para unidades de retaguarda. Com isso, o Fernando Franco zerou o quantitativo de pessoas internadas, e os esforços passaram ser concentrados na garantia da oferta dos serviços aos casos mais graves no Zona Norte. Ou seja, orientamos a população que caso haja necessidade de emergência, o paciente seja encaminhado ao Nestor Piva”, alertou a secretária da SMS, Waneska Barboza.

Escalas

Durante todo domingo, 06, as escalas permanecem compostas por profissionais médicos que são servidores do município.

“A paralisação das atividades foi realizada apenas pelos profissionais autônomos [chamados de RPA]. Os nossos servidores vinculados ao município via concurso público ou Processo Seletivo Simplificado [PSS] permanecem trabalhando normalmente, o que nos possibilita prosseguir com os atendimentos, mesmo que de forma restrita aos casos de emergência, onde o paciente apresenta um quadro mais grave”, reforçou a diretora de Vigilância a Atenção à Saúde, Taise Cavalcante.

Para que os serviços fossem continuados, a primeira escala do Hospital Municipal Nestor Piva foi composta por dois clínicos, um ortopedista e dois cirurgiões. Até o momento, as equipes em atividade fazem o acompanhando de 17 usuários que estão internados na unidade.

Fonte e foto assessoria