11/01/19 - 07:12:26

Licitação não sai

Desde seu mandato anterior, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) tem insistido na promessa de fazer a licitação do transporte coletivo da Grande Aracaju. Para quem vive sendo transportado como sardinhas em latas, é difícil acreditar no que diz o comunista. Contrários à licitação, os empresários do setor moverão paus e pedras para impedi-la, pois temem perder espaços para empresas de outros estados. Ademais, a classe política, da qual faz parte Nogueira, não vai querer começar uma briga com os poderosos donos das concessionárias. Para quem não lembra, em janeiro de 2012, o mesmo Edvaldo anunciou a licitação do transporte coletivo. As empresas foram à Justiça e barraram a pretensão do prefeito. E por que agora será diferente? Marminino!

Devagar com o andor

E quem anda incomodado com a “invasão” do PPS pelos políticos da Rede Sustentabilidade é o vereador aracajuano Fábio Meireles. Ele chama os novos filiados do PPS de “os nobres da Rede” e se queixa de jamais de sido convidado por eles para uma simples conversa: “Quando eu chego na sua casa, chego com respeito, devagar, limpando os pés no tapete”, ensina Meireles.

Última cartada

E o presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (MDB), ainda alimenta a esperança de salvar o novo mandato. Os advogados dele tentam suspender a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que a cassou o registro de candidatura do emedebista. Caso os causídicos consigam reverter a punição ainda este mês, Luciano será empossado para um novo mandato e disputará a presidência do Legislativo com a certeza de vitória. Aguardemos, portanto!

Olhos da cara

Uma passagem de Aracaju para Laranjeiras nos ônibus da Coopertalse custa R$ 3,70. Na capital, os coletivos cobram R$ 4 para um deslocamento bem mais curto. Será que os donos de ônibus da Coopertalse estão no prejuízo ou o lucro das empresas de transporte de Aracaju é pra lá de exagerado? Com a palavra a senhora SMTT. Crendeuspai!

Quem quer?

A Petrobras quer arrendar as fábricas de fertilizantes nitrogenados (Fafens) de Sergipe e da Bahia. O objetivo é evitar o fechamento das plantas, que já não fazem mais parte dos planos da estatal. Ao mesmo tempo em que busca interessados no arrendamento das unidades, a Petrobras atua para garantir o acesso aos insumos a partir de outras regiões do Brasil ou do exterior, caso a produção das Fafens seja interrompida. Esta informação é do jornal Valor Econômico.

Proteja-se

Quatro em cada 10 jovens acham que não precisam usar camisinha em um relacionamento estável. Além disso, três em cada 10 ficariam desconfiados da fidelidade do parceiro caso ele propusesse sexo seguro. A pesquisa Juventude, Comportamento e DST/Aids apurou que 40% dos jovens não consideram o uso de camisinha um método eficaz na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis ou gravidez. Grande equívoco!

Visita de cortesia

O senador eleito Alessandro Vieira e a nova bancada do PPS na Assembleia visitaram o governador Belivaldo Chagas (PSD). Os deputados estuais George Passos, Kitty Lima e Samuel Carvalho prometeram apoiar os projetos do governo voltados para o desenvolvimento estadual. Alessandro também garantiu que defenderá no Senado os interesses de Sergipe. Melhor assim!

Pelo ralo

Ao reassumir a presidência da Deso, o engenheiro Carlos Melo terá como desafio reduzir o elevado índice de perda na distribuição de água tratada. A taxa de Sergipe é a quinta mais elevada do país, superando os 50% de perda, enquanto a média brasileira está em cerca de 36%. A água tratada da Deso vai literalmente pelo ralo por conta de vazamentos no sistema, erros cadastrais e ligações clandestinas, os chamados “gatos”. Misericórdia!

Políticos ladrões

Com raras exceções, os políticos brasileiros não passam de um bando de ladrões. Dia sim outro também a Polícia Federal começa o expediente prendendo gestores e parlamentares, todos flagrados metendo a mão grande nas verbas da educação, saúde, segurança, etcétera e tal. Enquanto isso, os cidadãos honestos se questionam onde o Brasil vai parar com tantos ladrões de colarinho branco? Só Jesus na causa!

Vergonha

Mais da metade (55,4%) dos alunos do 3º ano do ensino fundamental no país não leem e não interpretam um texto de forma correta. Foi o que constatou a Avaliação Brasileira do Final do Ciclo de Alfabetização, a Prova ABC. O 3º ano é a série considerada limite para a alfabetização, segundo o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic).

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta de Sergipe, em 29 de junho de 1890.

Resumo dos Jornais